Seet
Sobral – 300×100

Lei que transforma Unitins em autarquia é sancionada por Marcelo Miranda

Agnaldo Araujo - |
Foto: Thamily Batista
Funcionários da Unitins vão passar a fazer parte do Quadro Geral de Servidores do Estado

A Universidade do Tocantins (Unitins) agora é oficialmente uma autarquia estadual de regime especial. A lei, aprovada pela Assembleia Legislativa do Tocantins no último mês de junho, foi sancionada pelo governador Marcelo Miranda na manhã desta quinta-feira (14/07), no Palácio Araguaia.

O evento contou com uma grande presença de servidores técnicos e professores da Unitins, além da reitoria da universidade e dos secretários estaduais de Administração, Geferson Oliveira Barros Filho; de Educação, Wanessa Zavarese Sechim; e do chefe da Casa Civil e presidente do Conselho Curador da Unitins, Télio Leão Ayres.

A ata com a sanção da lei foi lida na íntegra pelo chefe da Casa Civil. Com a mudança de fundação para autarquia, os servidores da Unitins vão passar a fazer parte do Quadro Geral de Servidores do Estado e regidos pelo Estatuto dos Servidores Públicos Civis do Tocantins (Lei nº 1818, de 23 de agosto de 2007).

Outras mudanças com a lei são a eleição para reitor e vice-reitor a partir de 2020, com mandato de três anos; a reserva de 25% das vagas na universidade para alunos provenientes da rede pública; e a adoção das cores oficiais do estado (azul, amarelo e branco) para identificação da universidade.

A atual reitora da Unitins, Elizângela Glória Cardoso, disse que o momento é histórico não apenas para a instituição, mas para o Tocantins. “Acreditamos que o melhor investimento é no ser humano e investir no ser humano é investir na educação”, ressaltou.

O governo Marcelo Miranda lembrou que desde que entrou para a vida pública, como deputado estadual em 1990, acompanhou várias discussões sobre a educação e sempre considerou positivas as manifestações construtivas. Para ele isso reflete a existência de pessoas comprometidas com a educação no Tocantins.

Também retribuiu o elogio de empenho pelo crescimento da Unitins para a reitora Elizângela e a contribuição da Assembleia Legislativa com a aprovação da lei. “Conseguimos hoje mais uma vitória para a educação do nosso Estado. Hoje foi o Tocantins quem ganhou. Agora temos uma universidade de fato e de direito”, enalteceu Marcelo Miranda. (Ascom Unitins)

Comentários pelo Facebook: