Livros no chão e fezes de rato se acumulam na biblioteca pública de Riachinho

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
A biblioteca está abandonada

A única biblioteca pública da cidade de Riachinho, no norte do Estado, está totalmente abandonada. O local, que deveria ser usado pelos estudantes e comunidade, não oferece estrutura mínima e adequação ao seu objetivo. A denúncia é do diretor da regional norte do Sindicato dos Servidores Públicos do Estado do Tocantins, Ronaldo Sérgio.

A precariedade do local foi constatada pelo líder sindical durante visita in loco no prédio da biblioteca. “Os livros estão no chão, falta água nas torneiras e os alunos que precisam usar o espaço têm que caminhar sobre fezes e urina de ratos”, disse.

O diretor denunciou também as condições insalubres de trabalho da bibliotecária que atende no local. “Nós vamos adotar todas as medidas cabíveis para resguardar as condições de trabalho da servidora o quanto antes, pois percebemos que não tem a menor condição de ninguém trabalhar nesse prédio”, afirmou.

Ronaldo Sérgio afirmou que o Sindicato levará o caso aos órgãos competentes, como o Ministério Público Estadual, para que sejam adotadas as medidas jurídicas cabíveis para responsabilizar os gestores do Município.

Comentários pelo Facebook: