Seet
Sobral – 300×100

Mais de 133 mil carteiras de habilitação foram emitidas no TO em 2015

Redação AF - |
Foto: Félix Carneiro
Ao todo, foram realizado 50 mil exames práticos

O Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran-TO) emitiu 133.317 mil Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) no ano de 2015, segundo dados estatísticos do órgão. Fazendo um comparativo, em 2014 foram impressos 115.441 mil documentos. A Banca Examinadora realizou 50 mil exames práticos de direção veicular, só no ano passado, o que justifica um aumento de 15% na emissão de CNHs.

Entre os serviços mais procurados em relação à CNH, no ano de 2015, estão a renovação de exames, primeira habilitação e a emissão das Carteiras definitivas. De acordo com dados do Detran, 64.260 mil condutores renovaram seus exames médicos e psicotécnicos. Os novos condutores com a primeira habilitação somam 27.579 mil, e outros 27.472 mil motoristas receberam suas CNHs definitivas.

Desde 1º de julho de 2015 as CNHs estão sendo emitidas em uma nova versão, com 28 dispositivos de segurança para impedir a falsificação e a adulteração do documento. Esta mudança atende a uma deliberação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), conforme as Resoluções 511 e 512, publicadas no Diário Oficial da União, do dia 27 de novembro de 2014.

O principal dispositivo de segurança da CNH é o QR Code, código gerado com base no número de documento e licenciamento do veículo e da Unidade Federativa. Neste item deverá conter o código do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores), a placa do veículo, CPF ou CNPJ do proprietário, ano de fabricação, ano do modelo e o código de segurança, na forma regulamentada pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Os agentes de trânsito poderão ler o código com auxílio de aplicativos de celular. Este novo dispositivo de segurança garante a autenticidade de origem, facilitando a identificação de possíveis fraudes.

Passo a passo

Para obter a primeira habilitação é preciso ter acima de 18 anos, ser penalmente imputável e saber ler e escrever, como o rege o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Depois, o candidato à CNH deve abrir um processo junto ao Detran, portando documento de identidade, CPF e comprovante de residência. Para mais informações sobre este processo acesse o site do órgão no endereço eletrônico www.detran.to.gov.br no link Habilitação.

A Carteira Nacional de Habilitação é um documento essencial para a independência no trânsito, além de garantir a legalidade do condutor nas vias urbanas, estradas e rodovias.

Comentários pelo Facebook: