Seet
Sobral – 300×100

Governador Marcelo Miranda autoriza repasse imediato de R$ 7,3 milhões ao Hospital Dom Orione

Redação AF - |
Fotos: Frederick Borges
Marcelo Miranda autorizou o repasse imediato de R$ 7,3 milhões ao Hospital e Maternidade Dom Orione referente ao pagamento de serviços prestados ao Governo do Estado

O governador Marcelo Miranda autorizou o repasse imediato de R$ 7,3 milhões ao Hospital e Maternidade Dom Orione, de Araguaína, no norte do Estado. O valor é referente ao pagamento de serviços prestados por meio do Serviço Único de Saúde (SUS). A autorização foi feita na manhã desta terça-feira (23), na presença do diretor-presidente e do superintendente da unidade de saúde, Padre Jarbas Assunção Serpa e Osvair Cunha, respectivamente.

Na ocasião, o governador destacou a importância da instituição. “O Hospital Dom Orione é um parceiro do governo e tem um papel fundamental na área de saúde, não só para Araguaína, mas para toda a região norte do Estado”.

O secretário da Saúde, Marcos Musafir, explicou que o repasse é referente ao período em que estavam sendo realizadas adequações no contrato (documentação de responsabilidade do Dom Orione). Marcos Musafir adiantou que o repasse deste mês, no valor de R$ 1,8 milhão, também já está sendo quitado. “São recursos carimbados do SUS e que serão repassados religiosamente para o Hospital Dom Orione, que presta ótimos serviços na região norte do Estado”.

Jarbas Assunção disse que sempre manteve um bom relacionamento com o governo e esse repasse é importante para manter as finanças da unidade de saúde. “A quitação desse compromisso é bastante positiva, já que 70% dos atendimentos da unidade são por meio do SUS. Segundo Jarbas Assunção, 30% dos nascimentos de crianças no Estado são realizados no Dom Orione.

Para o superintendente Osvair Cunha, além do repasse dos recursos do SUS, outro fator importante é a regularidade dos repasses. “O governador recomendou que os repasses de recursos, tanto do SUS quanto das contrapartidas do governo do Estado sejam realizadas religiosamente em dia. Isso é um fator importante para mantermos os nossos compromissos”, apontou.

Em março, o Hospital anunciou que iria suspender o atendimento pelo SUS a partir do mês de agosto alegando um dívida de R$ 14 milhões. Em 2016, o Estado repassou ao hospital mais de R$ 56,7 milhões.

Veja mais…

Hospital Dom Orione deixará de atender pelo SUS a partir de agosto; situação preocupa município

Comentários pelo Facebook: