Sobral – 300×100
Seet

Marcelo Miranda diz que nome do partido para disputar o Governo só deve sair depois de março

Agnaldo Araujo - |
Foto: Elizeu Oliveira
Governador do Tocantins, Marcelo Miranda

Nielcem Fernandes//AF Notícias

Durante entrevista exclusiva ao AF Notícias, Marcelo Miranda (PMDB) falou sobre os desafios da gestão, fez um balanço das atividades governamentais de 2017 e também comentou sobre uma possível reeleição ao Governo do Estado.

“Chegamos no final de 2017 conscientes que em 2018 teremos muitos desafios. E qual é o maior desafio? É mostrar à sociedade que queremos trabalhar juntos pelo Tocantins, temos que melhorar”, pontuou.

Marcelo Miranda também disse que 2017 foi um ano de muitos desafios e destacou a oportunidade de ser governador do Estado pela terceira vez. “Qualquer governante tem seus desafios e você encontra obstáculos dentro da administração pública. Tenho mais de 20 anos de vida pública e tenho a oportunidade de ser governador do Tocantins pela terceira vez. Neste mandato, especialmente no ano de 2017, foi um ano de desafios e dificuldades inerentes ao processo político-administrativo. Vivemos um momento em que a economia oscilou bastante, e isso dificultou para os governantes, sobretudo no fechamento das contas” declarou o governador.

GESTÃO

Apesar de controvérsias, Marcelo Miranda ressaltou o lado positivo de sua administração, dando ênfase ao pagamento da folha dos servidores do Executivo, mesmo com parte do trabalhadores ainda não tendo recebido o 13º salário.

Nós não atrasamos um mês de salário aos servidores públicos, os salários estão em dia. Finalizamos o ano de 2017 pagando 86% do décimo terceiro e vamos concluir esse pagamento até o final do mês de janeiro e ainda vamos pagar a folha de dezembro até o dia 12 de janeiro” justificou.

O governador lembrou que em 2017 foram entregues inúmeras obras estruturantes que beneficiaram a população de norte a sul do Estado e comentou o empenho da bancada federal. “Quero destacar o empenho dos poderes legislativos que trabalharam em harmonia e frisar o trabalho da bancada federal que foi importante no carreamento de recursos para o Tocantins para que nós pudéssemos, em parceria com instituições financeiras nacionais, internacionais e estatais, levar aos municípios de norte a sul do Estado obras na área de segurança pública, saúde, entre outras”, disse.

OBRAS ESTRUTURANTES

Sobre as principais obras realizadas até agora em sua gestão, Marcelo Miranda destacou as da saúde. “Melhoramos e muito a área da saúde, é só observar os números. Melhoramos e entregamos novos hospitais, como o de Alvorada, e entregamos 196 leitos no Hospital Geral de Palmas (HGP)“,afirmou.

O governador também disse que seu governo reforçou a área de segurança pública, equipou as delegacias e convocou muitos concursados, assim como na área da cidadania e justiça. Ele também falou em “mudança na parte viária do Tocantins”.

Já na educação, o governador destacou a condição para o trabalho dos professores. “Também avançamos na área educacional. Recebemos vários prêmios esse ano e entregamos algumas escolas e reformamos outras tantas. Mas o mais importante foi a condição dada para que os profissionais da educação pudessem levar conhecimento aos estudantes, principalmente na área pedagógica”, pontuou.

Outra área lembrada por Marcelo Miranda foi o turismo. “Nós discutimos projetos importantes na área de turismo. Não falamos apenas do Jalapão. O Tocantins hoje é o centro de uma discussão onde as pessoas falam sobre o fortalecimento do turismo no Brasil”, disse.

REELEIÇÃO

Sobre uma possível candidatura à reeleição, Marcelo Miranda afirmou que é um direito seu. “Eu tenho direito à reeleição, mas preciso de janeiro, fevereiro e março para continuar trabalhando. Após esse período, juntamente com o meu partido, o PMDB, e os partidos que poderão formar uma aliança, nós apresentaremos o nosso nome. Tenho procurado conversar com alguns colegas assim como o presidente do partido dentro das nossas possibilidades“, afirmou.

Conforme o governador, o atual período é de trabalho. “Estou trabalhando e vou continuar trabalhando junto à vice-governadora e toda equipe de Governo dentro de um planejamento”, disse. Segundo o gestor, o importante nesse momento é ter a consciência de que há uma estrada a percorrer. “Qual é o nosso projeto? Nosso projeto é continuar dando ênfase ao trabalho de Estado”.

Ainda sobre a reeleição e os nomes dos possíveis candidatos que podem disputar o Governo do Tocantins, Marcelo Miranda disse que respeita todos e que o momento é de unidade em prol do desenvolvimento do Tocantins.

“Todos sabem que respeito todos os candidatos, acho que as pessoas têm que entender que o momento é de unidade, de procurar desenvolver o Estado e não tentar denegrir a imagem de um ou de outro. Não precisamos chegar a esse nível. É o que eu peço a todos mais uma vez: não vamos baixar o nível, porque o Tocantins é um Estado muito jovem e a sociedade cobra muito de homens e mulheres que querem defender o seu Estado”, afirmou.

Marcelo Miranda garantiu que vai continuar na estrada. “Vou continuar levando o Governo do Tocantins aos 139 municípios. Rogo a Deus que a decisão que for tomada seja uma decisão amadurecida não só pelo que eu tenho de vida pública, mas pelo que a sociedade espera de nós governantes”, finalizou.

Comentários pelo Facebook: