Governador manda recado a deputado que o chamou de ‘chefe de quadrilha’

Redação AF - |
Foto: Nielcem Fernandes/AF Notícias
Governador Marcelo Miranda durante a solenidade em Palmas

O governador Marcelo Miranda (MDB) disse estar magoado com um deputado estadual e voltou a reafirmar que não ficará intimidado com os ataques dos adversários. O desabafo foi feito durante a solenidade de entrega de vários benefícios ao sistema prisional do Tocantins, nesta quarta-feira (21), em Palmas.

Miranda afirmou que um colega de partido fez uma ‘acusação perigosa’ contra sua pessoa, ao chamá-lo de ‘chefe de quadrilha’. O governador se referia ao deputado estadual Rocha Miranda, um dos representantes da região do Bico do Papagaio.

Durante a apresentação de um projeto de lei na Assembleia Legislativa, visando proibir a instalação de radares móveis em locais de difícil visualização, o deputado chegou a dizer que considerava o governador “o arquiteto brasileiro na formação de quadrilha para extorquir o cidadão tocantinense” e que “a indústria da multa está crescendo de maneira assustadora”.

O governador respondeu ao ataque. “Tenho procurado respeitar o próximo, mas tem coisas que me chocam. Ou nós nos respeitamos ou não há federação que avance”, declarou.

Miranda continuou: “Estou sentido com um colega da Assembleia que me fez uma acusação perigosa, um colega que até tive a oportunidade de ajudar em um passado bem próximo, chamando-me de chefe de quadrilha. Tenho certeza que ele não tem coragem de dizer isso olhando nos meus olhos. Quem estiver aqui e puder levar o recado, diga a ele que está perdoado! Vamos parar com isso e fazer a campanha na paz e não fazermos comparações. Assim não chegaremos a lugar algum. Já ganhei 7 eleições nesse estado. Não vou me intimidar”, finalizou.

Comentários pelo Facebook: