Márlon Reis disse o óbvio: qualquer um pode pedir registro de candidatura, até Lula

Redação AF - | - 761 views
Foto: Divulgação
Ex-juiz e advogado Márlon Reis

Arnaldo Filho //Opinião

O pré-candidato a governador do Tocantins, Márlon Reis (Rede) se envolveu numa polêmica ao dizer que o ex-presidente Lula (PT), condenado a 12 anos e cumprindo pena por corrupção e lavagem de dinheiro, pode solicitar o registro de sua candidatura à presidência da República.

De fato, o ex-juiz e idealizador da Lei da Ficha Limpa disse o óbvio: qualquer pessoa tem o direito de pedir o registro de candidatura, até mesmo um político sabidamente inelegível. Por outro lado, cabe à Justiça Eleitoral julgar, ou seja, liberar ou indeferir a solicitação.

Portanto, ao dizer apenas que Lula pode solicitar o registro, Reis não estava ‘ajustando’ seu discurso em prol da candidatura do líder petista, mas dizendo somente o óbvio, com coerência jurídica.

No Twitter, o pré-candidato a governador acrescentou: “Tenho responsabilidade com essa Lei [Ficha Limpa], que transcende as minhas visões políticas. Só falo sobre ela como cidadão, não de forma partidária”, disse.

Reis é tocantinense de Pedro Afonso e foi juiz de Direito por 20 anos no vizinho Estado do Maranhão, mas hoje, como advogado, defende suas teses sem a caneta decisória do Judiciário nas mãos.

Comentários pelo Facebook: