Sobral – 300×100
Seet

MEC vai acelerar processo de criação da Universidade Federal do Norte do Tocantins, com sede em Araguaína

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Lázaro Botelho se reuniu com o secretário do MEC para tratar do assunto.

O Ministério da Educação (MEC) vai acelerar o processo de criação da Universidade Federal do Norte do Tocantins (UFNT), que terá sede em Araguaína. A garantia foi dada pelo Secretário de Educação Superior do Ministério, Paulo Barone, em reunião com o coordenador da bancada federal no Congresso Nacional, deputado Lázaro Botelho (PP-TO), na noite desta quarta-feira (23). No encontro foram definidas medidas para acelerar o processo de criação.

O deputado discutiu com Barone melhorias no Projeto de Lei (PL) 5274 de 2016, que trata da criação da UFNT e está tramitando na Câmara dos Deputados. Botelho prometeu intensificar as articulações para apressar a votação do PL, que atualmente tramita na Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público (CTASP).

Os defensores da nova universidade argumentam que o projeto é muito importante para o desenvolvimento econômico e social da região norte do Estado. “Estamos há mais de um ano nessa luta e agora vamos intensificar as articulações para que a Câmara e o Senado possam aprovar o mais breve possível, o PL 5274. O Governo Temer, através do Ministro Mendonça Filho apoia a criação da UFNT e nos dará todo o suporte para a realização desse  sonho. Vou mobilizar a bancada tocantinense no Congresso, a bancada do meu partido, PP e dos demais partidos da base de apoio do Governo para articular a apreciação do PL. Acreditamos que ainda em 2017 esse Projeto estará aprovado”, declarou Lázaro Botelho.

No encontro com o secretário Barone, ficou acertado que as equipes do MEC e do gabinete do deputado vão manter contatos periódicos para acompanhar a tramitação do PL 5274 na Câmara dos Deputados.  Além da votação na Comissão de Trabalho, o Projeto também será votado nas comissões de Administração e Serviço Público; Educação; Finanças e Tributação; e Constituição e Justiça e de Cidadania. A proposição está sujeita à apreciação conclusiva pelas Comissões, não sendo necessária a votação no Plenário da Câmara. Após aprovado na Câmara, o Projeto segue para votação nas Comissões do Senado.

Entenda

O PL 5274 de 2016 cria a Universidade Federal do Norte do Tocantins, por desmembramento de campus da Universidade Federal do Tocantins. Os campi de Araguaína e Tocantinópolis da UFT, passarão a integrar a UFNT.

A UFNT terá sua sede na cidade de Araguaína, com área de abrangência inicial na microrregião do Bico do Papagaio e entorno, com uma área total de 141.130,2 km² e população estimada de 1.736.516 habitantes, abrangendo sessenta e seis municípios pertencentes a três unidades da federação – Maranhão, Pará e Tocantins.

Em Araguaína, atualmente a UFT oferece 13 cursos de graduação, 2 de mestrado e 3 de doutorado. Já em Tocantinópolis são 4 cursos de graduação. São mais de 3 mil alunos nos dois municípios.

Comentários pelo Facebook: