Sobral – 300×100
Seet

Médico é exonerado por suposta perseguição política e população fica revoltada em Santa Fé

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Sede da prefeitura de Santa Fé do Araguaia

O médico mais querido pela população de Santa Fé do Araguaia (TO), senhor Miguel Alberto Sarmiento Ginarte, de 75 anos de idade, foi exonerado do cargo e o fato deixou os moradores revoltados. Por muitos anos, o profissional foi o único médico a atender na cidade e há doze prestava serviços contratados pela Prefeitura.

De acordo com o vereador e advogado Silas Soares, a exoneração do médico se deu em decorrência da atual prefeita, Márcia Bento (PSD), ter sido derrotada nas eleições 2016. O contrato do servidor tinha validade até o final do mês de janeiro de 2017.

Segundo o vereador, a população não concordou com a exoneração do médico. Dr. Miguel ganhou o carinho e respeito da população atendendo dia e noite, durante muitos anos, sem sequer tirar férias.

O vereador Silas informou que, a pedido da população, protocolizou uma ação pedindo a anulação do ato de exoneração do médico, tendo em vista às inúmeras irregularidades na rescisão do contrato, além da caracterização de perseguição política. A ação está registrada sob o nº 0017391-15.2016.8.27.2706, e tramita na 2ª Vara Cível de Araguaína, da juíza Milene de Carvalho Henrique.

Título de cidadão honorário

Em reconhecimento aos bons e relevantes serviços prestados pelo médio ao município no período de 2005 a 2016, a Câmara de Vereadores da Cidade aprovou, por unanimidade, o título de cidadão honorário, que será entregue nesta sexta-feira (14/10). O título foi concedido por meio de Decreto Legislativo n° 002/16, de 10 de outubro de 2016.

“O homenageado é reconhecidamente um profissional da mais alta qualidade. Pro muito tempo o homenageado, com aproximadamente 70 anos de idade, cuidados dos munícipes com amor e dedicação. Cumprindo com sua carga horária durante o dia e dando plantões por noites seguidas sem folga e sem férias e por muitos meses foi ele o único médico dessa cidade”, afirma trecho da justificativa do projeto.

Comentários pelo Facebook: