Membros de facção criminosa são presos por tráfico e explosão de caixas eletrônicos

Agnaldo Araujo - - 830 views
Foto: Divulgação/SSP
Dupla presa

A Polícia Civil prendeu dois suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas e arrombamentos de caixas eletrônicos, na tarde desta sexta-feira (19), em Palmas. Talles Marcos Carvalho Alves, 18 anos, vulgo ‘Nego Talles’, e Lucas Araújo Rodrigues, 23 anos, foram capturados pelos agentes da Delegacia Especializada na Repressão a Narcóticos (Denerc).

A dupla foi presa após uma intensa perseguição policial no Setor Morada do Sol. Conforme o delegado Emerson Francisco de Moura, responsável pelo caso, os dois detidos são membros de uma facção criminosa.

Após receberem denúncia anônima de que os homens estavam em uma residência utilizada como ponto de venda de drogas, os policiais civis se deslocaram até o local. Dentro da casa foram encontrados alguns usuários de drogas.

Ao perceberem a presença dos agentes, Thalles e Lucas iniciaram uma fuga alucinada pulando muros de várias residências vizinhas. Thalles chegou a pegar uma mulher como refém em uma das casas, mas ao perceber que estava cercado pelas equipes da Denarc, soltou a vítima e continuou a fuga, no entanto, foi alcançado e preso pelos policiais.

Na residência ocupada pelos suspeitos, os policiais civis localizaram e apreenderam diversas porções de crack, cocaína, armas de fogo, bem como ferramentas utilizadas em arrombamentos de caixas eletrônicos e luvas. Ainda segundo a Denarc, Thalles é suspeito de cometer vários homicídios no Jardim Aureny III, região sul da Capital.

Thalles e Lucas foram conduzidos à sede da Denarc, onde foram autuados em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Thalles também foi autuado por porte ilegal de arma de fogo, pois estava com um revólver calibre 38 no momento de sua prisão.

Após os procedimentos legais, os dois foram recolhidos à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP), onde permanecerão à disposição da justiça.

Denúncias para a Denarc podem ser realizadas pelo telefone (63) 3218-6871.

Comentários pelo Facebook: