‘Minha caminhada não termina agora’, diz Marcelo Miranda ao se despedir do Governo

Agnaldo Araujo - |
Marcelo Miranda discursa pela última vez como governador do Tocantis. Fotos: Nielcem Fernandes AF Notícias

Nielcem Fernandes // AF Notícias

O governador cassado do Tocantins, Marcelo de Carvalho Miranda (MDB) inaugurou na noite dessa segunda-feira (26) a Escola Estadual de Tempo Integral Professora Elisângela Glória Cardoso, em Palmas. O invnestimento foi de R$ 12,4 milhões.

A solenidade foi o último ato oficial como Chefe do Executivo, pois o governador e sua vice Cláudia Lelis (PV) aguardavam apenas a publicação do acórdão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para deixarem os cargos, o que aconteceu horas depois do fim do evento.

Apesar do momento difícil, Marcelo Miranda foi recebido com aplausos e palavras de incentivo por um grupo de pessoas. Secretários de Estado, membros do primeiro escalão do Governo e aliados políticos fizeram questão de apoiar o emedebista neste momento pós-cassação.

A solenidade que marcou a despedida fez com que o próprio governador se emocionasse ao receber uma homenagem dos alunos. Através de uma canção, eles enalteceram o trabalho de Miranda à frente da administração estadual.

Em discurso, o governador agradeceu a oportunidade de administrar o Estado pela 3ª vez e declarou que “nem ele e nem sua família estão envergonhados”. “Eu e minha família estamos de cabeça erguida. Sabem por quê? Por que nós tivemos a oportunidade de viver com homens e mulheres que fizeram a história desse Estado. Temos que manter a cabeça erguida. Muitas coisas nos esperam. Esse Estado é muito jovem e ainda tem muito que fazer”, declarou.

Marcelo lembrou os êxitos na sua vida pública e disse não guardar mágoas de ninguém. “Eu disputei sete eleições e vencia todas. Mas eu não ganhei nada sozinho. Ninguém ganha nada sozinho. Nós ganhamos juntos. Por isso não guardo mágoas de ninguém. Não tenho motivos para guardar mágoa de ninguém. Só tenho motivos para agradecer“, declarou.

O governador que teve o mandato cassado por duas, das três vezes que assumiu democraticamente o cargo, não se deu por vencido e afirmou que esse é o início de uma nova etapa. “Esse é um obrigado do inicio de uma nova caminhada. De forma alguma minha caminhada termina agora” concluiu.

Questionado pela imprensa sobre a cassação, o governador disse apenas que está trabalhando e cumprindo a agenda. “Eu estou trabalhando. Temos que cumprir uma agenda. Estou trabalhando e fazendo o que eu gosto. O momento é de homenagem, é um dia muito especial para mim. Só tenho a agradecer” concluiu.

Comentários pelo Facebook: