Seet
Sobral – 300×100

‘Mistura de sentimentos: alegria e tristeza’, diz presidente da OAB sobre prisão de mandante

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Advogados na DHPP de Araguaína

O presidente da OAB em Araguaína, José Quezado, afirmou que a morte cruel de Danillo Sandes Pereira, de 30 anos, representa um ‘ataque ao Estado Democrático de Direito e fere as prerrogativas do advogado’. “A prerrogativa do advogado é um direito do cidadão de ter qualidade nas relações jurídicas e [o crime] é um ataque ao Estado Democrático de Direito”, acrescentou.

O acusado de ser o mandante do crime é o farmacêutico Robson Barbosa da Costa, natural de Araguaína, mas que estava morando em Marabá (PA), onde foi preso nesta segunda-feira (28).

José Quezado vem acompanhando as investigações da Polícia Civil e tem manifestado preocupação quanto à segurança dos advogados. “Quando se atinge as prerrogativas do advogado, os direitos do cidadão são também atingidos. Nós vemos com muita tristeza esse ataque à advocacia”, acrescentou.

“Eu estou numa mistura de sentimos: alegria por encontrar esse autor e a tristeza por esse fato estar relacionado ao exercício da profissão”, comentou Quezado.

O presidente da OAB e dezenas de advogados vestidos de preto acompanharam a apresentação do suspeito no Complexo de Delegacias de Polícia Civil, na manhã desta terça-feira (29), em Araguaína. “Isso aqui é para demonstrar nossa união, nosso luto pela perda do colega, mas também para homenagear o belo trabalho que foi feito pela Polícia Civil“, disse.

Advogado Célio Moura, um dos mais antigos da cidade, disse que espera a prisão de todos os envolvidos no crime bárbaro. “Esperamos que os executores sejam presos também e sejam esclarecidos os fatos e que eles paguem pelo crime que cometeram. Os advogados de Araguaína estão todos solidários para que a justiça seja feita”, pontuou.

Leia mais..

Polícia Civil prende suposto mandante da morte do advogado Danillo Sandes e desvenda crime

Processo de herança milionária motivou morte do advogado Danillo Sandes; suposto mandante foi preso no Pará

Comentários pelo Facebook: