Seet
Sobral – 300×100

Moradores do Lago Azul IV estão sem água há mais de cinco dias por falhas na obra

Redação AF - |
Foto: AF Notícias
Vários vazamentos já foram encontrados na rede de distribuição.

Márcia Costa // AF Notícias

Centenas de moradores do Residencial Lago Azul IV, em Araguaína (TO), estão sofrendo com a falta de água há pelo menos cinco dias. Segundo eles, várias ligações já foram feitas à empresa responsável pelo abastecimento, Odebrecht Ambiental, mas até agora só promessas e nada de solução do problema.

O residencial faz parte do Programa Minha Casa Minha Vida e foi entregue recentemente às famílias.

Em algumas ruas, a falta de água começou no último domingo (15), mas o abastecimento está prejudicado em quase todas as casas do residencial. Enquanto isso, os moradores se viram como podem.

“Usar o banheiro nem pensar. Já tivemos que ir ao trabalho sem tomar banho e levar as crianças e louças sujas para lavar na casa da minha mãe, que mora no bairro JK. Hoje minha mãe trouxe quatro litros de água para fazer o almoço”, relatou a moradora Cleide Coelho.

Segundo ela, a empresa teria desligado o fornecimento de água devido a problemas na encanação em várias residências.

Algumas moradores estão aproveitando a caixa d’água da Escola Municipal. “Não tem outra alternativa, é aproveitar o momento em que a Escola está aberta para pegar água. Meus filhos precisam beber e eu não vou buscar no brejo. Enquanto a água não voltar é assim que estou me virando”, disse Maria do Carmo, dona de casa.

Foto: AF Notícias
Falta de água no Residencial Lago Azul IV

O outro lado

Em nota, a empresa Odebrecht Ambiental|Saneatins afirmou que o abastecimento de água foi prejudicado no Residencial Lago Azul IV em razão de diversos vazamentos na rede de distribuição, que é de responsabilidade da empresa que construiu as casas populares.

Uma equipe da concessionária foi até o setor, nesta manhã, para explicar aos moradores os motivos da falta de água e orientá-los a buscarem vazamentos internos nas residências, que é outro problema que prejudica o abastecimento.

A empresa disse ainda que apoiará a retirada dos vazamentos e já informou à construtora, que fará manobras no sistema de abastecimento para ampliar o atendimento ao setor. “A previsão inicial é de que o abastecimento seja regularizado nos próximos dias”, diz a nota.

Comentários pelo Facebook: