Motoristas sofrem com falta de iluminação e buracos em avenida no Setor Cimba

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Avenida Paraguai no setor Cimba

Márcia Costa//AF Notícias

Os motoristas que precisam trafegar pela Avenida Paraguai, no Setor Cimba, em Araguaína, reclamam dos buracos que dificultam a circulação pelo local. A avenida passa em frente ao Instituto Federal (IFTO) e à Universidade Federal do Tocantins (UFT) e, por isso, o fluxo de veículos é bastante intenso.

Segundo o estudante Davi Oliveira, máquinas iniciaram uma obra para resolver o problema da avenida ainda no ano passado, mas os serviços foram paralisados por causa do período chuvoso e não tiveram mais retorno.

“Desde o verão passado que está nessa situação. A obra parou devido a chuva, já estamos no verão e até agora a situação continua do mesmo jeito”, disse o estudante.

Alguns acadêmicos relataram que o problema fica ainda mais dramático no período noturno por causa da falta de iluminação pública. A escuridão provoca acidentes e gera insegurança nos estudantes, que constantemente são vítimas de criminosos.

“O único portão que dá acesso à Universidade Federal é por essa avenida, mas as lâmpadas estão queimadas. Os estudantes têm que passar por aqui e os ladrões sabem disso. Eles já ficam à espera da próxima vítima”, disse a estudante Ana Maria.

Prefeitura

Em nota, a Prefeitura de Araguaína informou que a responsabilidade de manutenção das vias e iluminação do Setor Cimba é da construtora do setor. Segundo a nota, o empreendimento ainda não foi entregue para a administração pública.

A prefeitura acrescentou também que notificou a empresa proprietária do loteamento para concluir o sistema de drenagem e reparos nas vias.

Comentários pelo Facebook: