Sobral – 300×100
Seet

MPE oferece denúncia contra homens que assaltaram Casas Bahia

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Homens presos durante assalto às Casas Bahia

O Ministério Público Estadual (MPE) ofereceu denúncia contra Gilvan Pereira da Silva e Ivanclenyo Sá de Araújo pelo assalto às Casas Bahia, no centro de Araguaína, no dia 26 de agosto. De acordo com o inquérito policial, os dois realizaram assalto à mão armada e fizeram 13 pessoas reféns no interior da loja. A intervenção da Polícia Militar resultou na prisão dos acusados.

O Promotor de Justiça Leonardo Gouveia Olhe Blanck, autor da denúncia, requer que Gilvan e Ivanclenyo sejam condenados pelos crimes previstos nos artigos 157 (roubo praticado em concurso de pessoas, mediante uso de arma de fogo e com restrição à liberdade das vítimas) e 70 (no caso de dois ou mais crimes, idênticos ou não, aplica-se-lhe a mais grave das penas) do Código Penal Brasileiro. As penas podem chegar a 10 anos de reclusão, para cada réu.

De acordo com as investigações, os clientes do estabelecimento comercial foram surpreendidos por dois homens armados que entraram na loja e anunciaram o assalto. Eles renderam as vítimas e as levaram para o refeitório, onde foram forçadas a entregar celulares, relógios e outros bens.

Na sequência, os reféns foram levados para o setor de estoque. Uma das vítimas conseguiu acionar a Polícia Militar, que rapidamente compareceu e cercou o local. Gilvan e Ivanclenyo tentaram fugir pelo telhado, mas foram capturados pela força policial. Um terceiro homem que dava apoio aos criminosos conseguiu fugir no momento em que a Polícia Militar chegou ao local.

Com os acusados foram recuperadas duas armas, celulares e cerca de R$ 600 em dinheiro.

Comentários pelo Facebook: