Sobral – 300×100
Seet

Mulher se passava por moradora de Araguaína para aplicar golpe em homens na internet

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
A mulher acabou presa

A Polícia Civil prendeu Elizânia Martins Almeida, de 35 anos, suspeita de seduzir homens pelas redes sociais para aplicar golpe. A mulher foi detida quando se encontrava no distrito de Taquaruçu, nesta segunda-feira (11).

De acordo com as investigações, Elizânia utilizava a imagem de uma prima, bem como se passava por ela, a fim de começar os relacionamentos virtuais. Com argumento de ir ao encontro dos homens, a mulher solicitava dinheiro e, para convencê-los, ela alegava que morava nas cidades de Araguaína ou Augustinópolis, dependendo da ocasião, e que a quantia era necessária para a locomoção. Mas depois que recebia o dinheiro, Elizânia cortava contato com os homens e os deixavam com o prejuízo.

A mulher é suspeita pela prática dos crimes de estelionato e falsa identidade e foi capturada, por policiais da DEIC, mediante cumprimento de mandados de busca e apreensão e prisão preventiva.

Conforme a delegada Milena Lima, responsável pelo caso, a investigação que resultou na prisão de Elizânia teve início há 10 dias quando algumas vítimas procuraram a Polícia Civil informando que haviam caído num golpe de relacionamento virtual e enviado dinheiro à mulher.

Durante seu depoimento, Elizânia confessou a prática dos crimes e disse que estava arrependida. Após os procedimentos legais cabíveis, a mulher foi recolhida à carceragem da Unidade Prisional Feminina de Palmas.

Comentários pelo Facebook: