Sobral – 300×100
Seet

‘Não me arrependo’, reafirma deputado que votou para reduzir verba da duplicação da TO-222

Redação AF - | - 769 views
Foto: Divulgação
Deputado Wanderlei Barbosa: 'Não me arrependo em nenhum momento'.

A retirada de R$ 45 milhões de Araguaína voltou a render acalorados debates na Assembleia Legislativa durante a sessão desta quarta-feira (11). A verba seria destinada à duplicação do trecho da TO-222 que liga a cidade ao Distrito de Novo Horizonte.

O assunto ressuscitou devido à Câmara Municipal de Araguaína ter rejeitado essa semana uma moção de aplausos destinada ao deputado Eli Borges (Pros), um dos treze parlamentares que votaram a favor da retirada dos R$ 45 milhões. Eli seria homenageado por viabilizar uma emenda no valor de R$ 80 mil para ações contra as drogas no município.

Ao consolar Eli Borges e dizer que ele é sim merecedor da homenagem, Wanderlei Barbosa (SD) disse que a verba destinada à TO-222 estava ‘superfaturada’, por isso votou pela retirada dos R$ 45 milhões.

O parlamentar ressaltou que R$ 41 milhões são suficientes para executar a obra completa, inclusive com os canteiros centrais e ciclovias. Além disso, Wanderlei destacou que a AL aprovou a destinação de R$ 12 milhões para a pavimentação da rodovia que liga Araguaína ao povoado Mato Verde, R$ 50 milhões para a construção do Hospital Geral e ainda verba para conclusão do fórum.

“Querem de toda maneira denegrir a imagem dos deputados que votaram contra o superfaturamento da obra. Eu estou pronto para ir a Araguaína e debater com os vereadores. Os pais e mães honestos de Araguaína vão agradecer a Assembleia por não permitir uma obra superfaturada”, disse.

Wanderlei também foi enfático ao afirmar que não se arrepende de ter votado a favor da redução da verba para duplicação da rodovia. “Não me arrependo em nenhum momento. Podem falar de mim em Araguaína, fazer moção de repúdio. Nada disso me incomoda”, disparou o deputado.

Comentários pelo Facebook: