No STF, Fachin, Moraes e Barroso votam pela prisão de Lula; acompanhe ao vivo

Agnaldo Araujo -
Foto: REUTERS/Leonardo Benassatto
Moro decreta prisão do ex-presidente Lula

O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) retomou na tarde desta quarta-feira (4) o julgamento do habeas corpus (HC) 152752, por meio do qual a defesa do ex-presidente da República Lula tenta impedir a execução provisória da pena diante da confirmação de sua condenação pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).

Lula foi condenado a 12 anos e 1 mês de reclusão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Primeiro a votar, o relator do habeas corpus, ministro Edson Fachin, se posicionou pelo indeferimento do pedido. Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso seguiram o mesmo posicionamento.

Somente o ministro Gilmar Mendes votou a favor de Lula até agora.

ASSISTA

Comentários pelo Facebook: