Nova lei permite criação do Conselho dos Técnicos Agrícolas no Tocantins

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Wiston Gomes (esq.) e presidente Michel Temer (centro)

O presidente Michel Temer (MDB) sancionou a Lei 13.639/18 que permite a criação do Conselho dos Técnicos Agrícolas do Tocantins para atender as demandas de cerca de 8 mil trabalhadores da área.

O pré-candidato a deputado estadual e diretor do Sindicato dos Técnicos Agrícolas no Tocantins (Sintag), Wiston Gomes, participou da articulação da conquista considerada histórica durante os dias 23 a 25 de abril, no VI Encontro De Lideranças dos Técnicos Agrícolas do Brasil.

O Projeto de Lei da Câmara enviado pelo Poder Executivo ao Congresso Nacional foi aprovado no dia 27 de março pela Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) do Senado.

Wiston Gomes considerou que a aprovação do projeto foi oportuno, porque a criação de entidades específicas de fiscalização profissional dos técnicos agrícolas e dos técnicos industriais resolverá problemas jurídicos decorrentes das barreiras de algumas resoluções editadas pelo Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea). Essas resoluções, comentou Wiston Gomes, limitavam o exercício das atribuições dos técnicos agrícolas.

Para o pré-candidato, a sanção da lei pelo presidente Michel Temer representa uma grande conquista e dá plena autonomia para os milhares de técnicos agrícolas tocantinenses. “Uma data histórica que representa a alforria dos técnicos agrícolas do sistema Confea/Crea. Foram anos de luta, onde nós, técnicos agrícolas, sempre tivemos a convicção de que somente os conselhos Federal e Regional dos Técnicos Agrícolas não atenderiam nossos interesses profissionais. Agora, teremos o nosso próprio conselho para atender aos mais de 8 mil técnicos agrícolas do Tocantins”, pontuou Wiston Gomes.

Comentários pelo Facebook: