Seet
Sobral – 300×100

Olyntho Neto diz que repasse ao Hospital Dom Orione “não soluciona todo o problema”

Redação AF - |
Foto: Jacson Pina
Reunião entre dirigentes do Hospital Dom Orione e governador Marcelo Miranda.

No último mês de março, o Hospital e Maternidade Dom Orione, em Araguaína (TO), ameaçou encerrar o atendimento pelo SUS por falta de repasse do Estado para a unidade que atende grande parte da população tocantinense e é responsável por cerca de 30% dos partos realizados no Estado.

Buscando solucionar o problema, o deputado Olyntho Neto (PSDB) se reuniu com diretores do hospital e representantes do Governo. Nesta terça-feira (23), Olyntho acompanhou, ao lado do superintendente do Dom Orione, Osvair Cunha e do diretor-presidente, Padre Jarbas Assunção Serpa.

“O anúncio desse pagamento já é um avanço, mas infelizmente não soluciona todo o problema. A falta de repasse e a dívida do Estado com o Dom Orione somam quase R$ 16 milhões, o que está quase inviabilizando o funcionamento do hospital e acaba fazendo com que uma importante instituição como essa arrisque fechar as portas”, alertou Olyntho. O governador autorizou o repasse imediato de 7,3 milhões.

O Deputado disse que continuará acompanhando o processo de repasse autorizado hoje pelo Governador do Estado. “Vamos aguardar o dinheiro cair na conta e esperar que cumpram o compromisso assumido com as parcelas referentes ao restante da dívida”, ressaltou.  De acordo com o termo assinado, o pagamento será feito em parcelas, sendo a primeira este mês, no valor de R$ 1,8 milhão.

Veja mais…

Marcelo Miranda autoriza repasse imediato de R$ 7,3 milhões ao Hospital Dom Orione

Comentários pelo Facebook: