Oportunistas aproveitam a escassez de combustível para aumentar o faturamento

Agnaldo Araujo - - 748 views
Foto: Divulgação
Desabastecimento de combustível chega a 95% do Tocantins.

Márcia Costa//AF Notícias 

Pessoas sem nenhum sentimento de patriotismo estão aproveitando o momento de escassez de combustíveis para faturar um ganho extra. Alguns oferecem os produtos com preços superfaturados até em grupos de Gambira, no Facebook.

O AF Notícias teve acesso a uma postagem em que o galão de 40 litros de álcool era oferecido a R$ 280. Nessas condições, o litro sai a R$ 7, sendo que o consumidor encontra o produto por R$ 3,59 nos postos de Araguaína com o abastecimento normalizado.

Se o internauta vender todo álcool do galão a esse preço, o lucro será de R$ 128. Mas o cenário encontrado por ele não foi favorável. O vendedor acabou excluído do grupo e chamado de ‘oportunista’.

Foto: Divulgação
Anúncio da venda no grupo de Gambira

Mas esse não é o único péssimo exemplo. Na Capital Federal, Brasília, um posto de combustível chegou a vender o litro de gasolina a R$ 10. Depois de muitas reclamações o preço caiu para R$ 5,99.

Já em Palmas, capital do Tocantins, um posto vendeu a gasolina a R$ 7,15 e gerou revolta nos consumidores, que não tinham outra opção.

A greve

A greve dos caminhoneiros chegou ao 9º dias no Tocantins com 11 pontos de protestos em rodovias federais e estaduais no Estado, segundo a última atualização da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Até ontem, o desabastecimento de combustíveis atingiu 95% do Estado, segundo levantamento do Sindicato dos Postos de Combustíveis do Tocantins. Em Palmas, Araguaína e outras cidades, a Prefeitura adotou medidas emergenciais, como a suspensão total de alguns serviços e parcial de outros.

Veja mais

Prefeitura de Araguaína suspende aulas nas escolas e reduz expediente para 5h

No sul do Tocantins, prefeito de Talismã decreta situação de calamidade pública

 

Comentários pelo Facebook: