Seet
Sobral – 300×100

Organizadores do evento ‘Palmas Capital da Fé’ discutem plano de segurança

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Órgãos de segurança planejam manter índice zero de violência no Capital da Fé

Um evento seguro e acessível. Essa é a meta dos esquemas de Segurança e de Trânsito e Transporte no Palmas Capital da Fé. O planejamento foi apresentado na última quarta-feira (14), durante o lançamento do evento , realizado pela Prefeitura de Palmas no período de Carnaval, de 04 a 09 de fevereiro.

Para alcançar esse objetivo a Secretaria de Acessibilidade, Mobilidade, Trânsito e Transporte (SMAMTT) vai recrutar todo o seu efetivo para atuar em todas as áreas onde houver ações do Capital da Fé, em um esquema que envolve ordenamento do trânsito e disponibilização de transporte coletivo extra, além de serviços de táxi e moto-táxi para atendimento ao circuito Capital da Fé“, informou o secretário da SMAMTT, Christhian Zini.

Disse ainda que o objetivo é manter o índice zero de mortes e acidentes no trânsito. “Para isso nenhum efetivo nosso estará de férias ou recesso”, frisou.

Ainda segundo Zinni, haverá ônibus e horários extras para atender o percurso do Capital da Fé, no trajeto do Estádio Nilton Santos até as áreas onde acontecem congressos e encontros das igrejas cristãs. “Haverá disponibilização de transporte público para que todos cheguem ao evento com tranquilidade”, disse.

Segurança

Repetindo o esquema do Capital da Fé de 2015, e com a experiência das ações dos Jogos Indígenas, a Secretaria de Segurança e Defesa Civil está concluindo o planejamento da segurança do evento, que envolverá efetivos da Guarda Municipal, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, e que contará também com sistema de videomonitoramento móvel.

“Devemos trabalhar com aproximadamente 80 homens no efetivo da Guarda Metropolitana Municipal, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, além do videomonitoramento. Queremos repetir o que houve em 2015, tanto no Capital da Fé, quanto nos Jogos Mundiais Indígenas, em que não houve registros de violência”, informou o Secretário de Segurança e Defesa Civil, Francisco Viana.

Com Diário Gospel.

Comentários pelo Facebook: