Sobral – 300×100
Seet

Pai e filho são presos acusados de assassinar jovem a golpes de faca e facão

Redação AF -
Foto: SSP
Eles são acusados de matar um jovem de 20 anos a golpes de faca e facão

Pai e filho foram presos acusados de assassinar a golpes de faca e facão, em novembro de 2015, o jovem Valdivino Gomes da Silva, de 20 anos, em uma seresta no povoado “Palminha”, zona rural do Município de Tocantínia (TO).

Dalmon de Sousa, de 46 anos, e seu filho Dalmir Pereira de Sousa, foram detidos na tarde da última quinta-feira (25), em uma fazenda localizada na zona rural do município de Santa Tereza, na região norte do Estado.

Conforme a delegada Iolanda de Sousa Pereira, após o crime eles fugiram. Desta maneira, os policiais civis de Tocantínia deram início às investigações no sentido de localizar o paradeiro dos dois suspeitos, uma vez que ambos foram apontados como sendo os autores do homicídio.

Com base nas investigações, a delegada, representou, junto ao poder judiciário, pela prisão preventiva dos dois, a qual foi decretada pelo juiz da comarca local. Diante disso, os policiais civis intensificaram as buscas e diligências para encontrar a dupla, sendo que obtiveram informações de que pai e filho estariam escondidos em uma propriedade rural de Santa Tereza.

Desse modo, os agentes foram até o local, onde efetuaram a prisão de Dalmon Soares e Dalmir Pereira, que ao serem abordados não ofereceram resistência. Eles foram encaminhados à Cadeia Pública de Lajeado, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

O crime

Por volta das 4h da madrugada do dia 15 de novembro de 2015, Dalmon Soares e seu filho Dalmir Pereira participavam de uma seresta, no povoado “Palminha”, zona rural de Tocantínia, quando se envolveram em uma confusão com Valdivino Gomes.

Na ocasião, Dalmon estava armado com uma faca e desferiu um único golpe que acertou a barriga da vítima, próximo da região do umbigo, fazendo com que a mesma caísse ao chão.

Em seguida, Dalmir pegou um facão e golpeou a cabeça de Valdivíno por duas vezes, o que fez com que ele morresse ainda no local, devido à gravidade dos ferimentos.

Comentários pelo Facebook: