Sobral – 300×100
Seet

Paulo Mourão encaminha projeto de incentivo ao aleitamento materno

Redação AF -
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????

A implantação da Semana Estadual do Incentivo ao Aleitamento Materno, no âmbito do estado do Tocantins, foi sugerida pelo deputado Paulo Mourão(PT), na sessão da última terça-feira (08) De acordo com o projeto de Lei, encaminhado à Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), a semana deve ser realizada anualmente entre 1º a 07 de agosto, mesmo período da Semana Mundial de Aleitamento Materno.

Os objetivos, segundo o deputado, são estimular atividades de promoção, proteção e apoio à amamentação, conscientizar as mulheres sobre a importância do aleitamento materno e sensibilizar todos os setores da sociedade sobre o tema.

Paulo Mourão destaca que o aleitamento materno, até o sexto mês de vida, pode evitar, anualmente, mais de 1,3 milhão de mortes de crianças menores de 5 anos. Ele alerta que no Brasil, 69,3 por cento  das mortes de crianças com menos de um ano ocorrem no período neonatal.

“Por isso o aleitamento na primeira hora de vida é tão importante para o bebê e para a mãe, pois além das questões de saúde, a amamentação fortalece o vínculo afetivo entre mãe e filho”, disse o deputado.

Ainda na sessão foi encaminhado à CCJ o projeto de lei, de autoria do deputado Toinho Andrade (PSD), que concede o título de cidadão tocantinense ao comunicador José Aurvian Lacerda da Silva.

Também deve receber o mesmo título o Dr. Henrique Barsanulfo Furtado, por meio de solicitação da deputada Valderez Castelo Branco (PP). É dela ainda o projeto de lei que declara de utilidade pública estadual a Associação da Igreja Evangélica Pentecostal Príncipe da Paz, de Babaçulândia.

O último projeto encaminhado à CCJ é de autoria do deputado Ricardo Ayres (PSB), que denomina a TO-130, de Rodovia deputado Eudoro Pedrosa, no trecho que liga os municípios de Santa Tereza a Ponte Alta do Tocantins.

Comentários pelo Facebook: