Seet
Sobral – 300×100

PDT de Araguaína rechaça filiação de políticos com mandato e faz “plano de fuga” se houver imposição

Redação AF - |
Foto: Divulgação
PDT não quer políticos com mandato em Araguaína.

Da Redação //AF Notícias

A brecha dada pela lei eleitoral para o troca-troca de partido tem movimentado o cenário político araguainense. O assunto foi um dos temas de reunião do Partido Democrático Trabalhista (PDT), de Araguaína (TO) na noite desta quinta-feira (03/03). A sigla está sendo cobiçada por alguns políticos de mandatos.

A sigla teve recentemente a adesão da deputada Luana Ribeiro, que deixou o Partido da República (PR), e há boatos de que o vereador Neto Pajeú, aliado da parlamentar, também estaria analisando essa possibilidade, além do deputado estadual Jorge Frederico, do Solidariedade.

Durante a reunião do PDT de Araguaína, após acalorado e intenso debate, o grupo pedetista decidiu, por unanimidade, rechaçar qualquer possibilidade de recepcionar no partido pessoas detentoras de mandato, principalmente no âmbito municipal.

Para o presidente municipal do PDT, Paulo Couto, a suposta vinda de políticos eleitos para o PDT atrapalha o projeto do partido, além de soar como oportunismo e ingerência externa de estranhos. “A entrada de políticos com mandato no partido não é bem recebida, pois o PDT  e sociedade desejam uma profunda renovação política. Não abrimos mão do nosso projeto e vamos lutar até o fim por ele”, assegurou o presidente da sigla, Paulo Couto.

Os líderes ainda discutiram a construção de alternativas, caso o partido seja invadido por políticos com mandato. A direção não confirmou, mas não desmentiu sobre um “plano de fuga” em massa dos atuais filiados para outros partidos.

“Temos dificuldade de andar juntos com políticos que não têm mais nenhuma possibilidade de representar o povo devido às suas atitudes de omissão ou de ações que só atrapalham a população, como o aumento abusivo do IPTU, da iluminação pública, IPVA e de outros impostos que massacram  o povo no dia a dia”, disparou Isaías Neto, vice-presidente do PDT.

O partido também colocou em apreciação nomes de pré-candidatos a vereador e prefeito para as próximas eleições.

Comentários pelo Facebook: