Seet
Sobral – 300×100

PM divulga nota de repúdio a críticas do R7 em vídeo que alerta sobre drogas

Agnaldo Araujo - | - 843 views
Foto: Divulgação
O vídeo virou um sucesso na internet

A Polícia Militar do Estado do Tocantins divulgou nota de repúdio, nesta sexta-feira (17/06), a críticas feitas pelo R7 em relação ao vídeo em que PMs fazem coreografia e cantam para alertar sobre o perigo das drogas. O vídeo virou um verdadeiro sucesso na internet e já conta com 1,3 milhão de visualizações, 16,084 compartilhamentos e 9,8 mil curtidas.

A matéria do R7 foi intitulada “PM do Tocantins faz vídeo constrangedor para divulgar programa de combate às drogas” e assinada pela jornalista Caroline Apple. Conforme a nota de repúdio, no texto a jornalista demonstra “total falta de conhecimento, despreparo e incapacidade de compreensão a respeito de um trabalho voluntário, altruísta e beneficente, desenvolvido por policiais militares através do Programa Educacional de Resistência às Drogas e Violência –(PROERD)”.

De acordo com o R7, “Não dá para saber por onde começar a se envergonhar, mas você pode escolher se é pelo ‘efeito Chaves’ do chroma key, pela coreografia fraca e batida, pelo ritmo da música digna de entrada de seriado japonês ou pelo orgulho da PM que fez até uma nota para comemorar as milhares de visualizações”.

E acrescentou: “Aí ficam as dúvidas sobre a curadoria, escolha de elenco, formulação de logotipo e estudo de público-alvo. A PM diz que é para crianças e adolescentes”.

Na nota, a PM ainda lamentou as críticas feitas pela jornalista. “A PMTO lamenta as críticas inconsistentes e incoerentes da jornalista que, como formadora de opinião, não soube ter o mínimo de bom senso em avaliar a contribuição social do vídeo, produzido de forma voluntária pelos próprios policiais militares”, disse.

A nota ainda afirma que a Polícia Militar do Tocantins não mede esforços para fazer a sua parte na construção de uma sociedade melhor e mais segura para todos, “ainda que o caminho seja longo”.

Confira a matéria do R7 clicando aqui.

Confira toda a nota da PM

A Polícia Militar do Estado do Tocantins vem por meio da presente nota manifestar total repúdio à matéria veiculada no Portal R7, na editoria Hora 7, intitulada “PM do Tocantins faz vídeo constrangedor para divulgar programa de combate às drogas”, inicialmente assinada pela jornalista Caroline Apple. No texto, a jornalista demonstra total falta de conhecimento, despreparo e incapacidade de compreensão a respeito de um trabalho voluntário, altruísta e beneficente, desenvolvido por policiais militares através do Programa Educacional de Resistência às Drogas e  Violência – PROERD.

O programa é desenvolvido em todo o país desde 1992 e busca conscientizar crianças e adolescentes sobre os perigos das drogas, onde policiais vão para as escolas levar informações de forma lúdica através de diversas estratégias, seja por meio da música, da dança, do teatro ou de palestras. Só no Tocantins o PROERD já formou aproximadamente 330 mil crianças e adolescentes, além de três mil pais.

A PMTO lamenta as críticas inconsistentes e incoerentes da jornalista que, como formadora de opinião, não soube ter o mínimo de bom senso em avaliar a contribuição social do vídeo, produzido de forma voluntária pelos próprios policiais militares, os quais se doam pela nobre causa de ver as crianças e adolescentes livres dos malefícios das drogas e da violência. Ainda que o caminho seja longo, a Polícia Militar do Tocantins não mede esforços para fazer a sua parte na construção de uma sociedade melhor e mais segura para todos”.

Comentários pelo Facebook: