Seet
Sobral – 300×100

PMs acusados de integrar milícia para matar assaltantes são julgados em Colinas

Agnaldo Araujo -
Foto: Reprudção/TV Anhanguera
Imagem da primeira audiência que ouviu os envolvidos

Ocorre em Colinas do Tocantins, nesta quarta-feira (23/11), o julgamento de quatro acusados de fazerem parte de uma milícia. Entre eles estão dois policiais. Segundo o inquérito de investigação, eles teriam cobrado R$ 6 mil de um empresário para matar um adolescente. O jovem teria assaltado o empresário.

Os envolvidos são: o policial afastado Francisco de Assis Duarte do Nascimento, o cabo Gildevan das Neves Sales, Luciano Gomes Santos, o “Dadá”, e o auxiliar de serviços gerais Deusiran da Silva Sousa.

Segundo informações, o grupo não teria encontrado o suspeito na cidade e acabou atirando no irmão do adolescente, Thalys Sousa Costa, que não tinha passagem pela polícia. Por causa do tiro, Thalys ficou tetraplégico e está em cadeira de rodas.

Os policiais ainda teriam ofertado seus serviços para outras vítimas de assalto na cidade. Há cerca de 40 dias, uma audiência de instrução foi realizada em Colinas para ouvir os acusados.

O resultado do julgamento deve sair até o fim da tarde desta quarta-feira (23/11).

Comentários pelo Facebook: