Seet
Sobral – 300×100

PMs são autorizados a fazer horas extras para tentar reduzir índices de criminalidade em Araguaína

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação/PM
O policiamento foi reforçado em Araguaína

O comando da Polícia Militar do Tocantins estará nos próximos dias em Araguaína. A PM já realiza ações com o objetivo de diminuir os índices de criminalidade registrados no município em 2016.

Nos últimos 30 dias já foram registrados 4 latrocínios, sendo que dois comerciantes foram mortos. Um total de 54 homicídios foram registrados este ano na cidade e mais de 3, 5 mil ocorrências de assaltos.

O reforço no policiamento já está sendo feito pelos próprios militares do 2º Batalhão da Polícia Militar de Araguaína, que passarão a trabalhar em horários extraordinários, com uma carga maior de trabalho.

O policiamento será aumentado com policiais que atuam no serviço administrativo da unidade e incentivos aos militares do serviço operacional. O Governo do Estado já autorizou ao comando geral da Polícia Militar o pagamento das horas extras aos militares empregados.

Reforços

Três novas viaturas operacionais foram deslocadas para Araguaína e serão empregadas de forma permanente no apoio ao policiamento, possibilitando assim que mais áreas do município sejam atingidas pelo patrulhamento policial. Equipes da Companhia de Operações Especiais da Polícia Militar (CIOE), da unidade de Palmas, já estão atuando na cidade e cooperando com o policiamento tático já existente.

O comandante geral da Polícia Militar do Tocantins, coronel Glauber de Oliveira Santos, disse que todas as medidas cabíveis por parte da Polícia Militar serão realizadas. “A visita do comando à cidade de Araguaína será no sentido de ouvir de perto a população, o poder público local, os comerciantes, e os órgãos ligados à segurança pública. Precisamos conhecer de perto os problemas e somar forças para resolvê-los”, declarou o comandante.

O comandante geral afirmou ainda que a população de Araguaína pode contar com o trabalho da PM. “As medidas emergenciais serão feitas, a população pode contar com o trabalho da Polícia Militar” disse.

O Chefe do Estado Maior da Polícia Militar do Tocantins, coronel Edvan de Jesus Silva, destacou que esse é um momento de união de esforços, no sentido de encontrar as melhores soluções para as demandas da cidade de Araguaína em relação à segurança. “A Polícia Militar trabalha incansavelmente em todas as regiões do Estado, utilizando o efetivo e os meios materiais disponíveis, nosso policiais militares não medem esforços para realizar seu trabalho da melhor forma possível. Em Araguaína, o esforço será ainda maior para que a tranquilidade local seja restabelecida”, disse.

Comentários pelo Facebook: