Polícia Civil prende seis pessoas em Arapoema, Bandeirantes e Pau D’Arco e cumpre 25 mandados

Agnaldo Araujo - | - 979 views
Foto: Divulgação/SSP
Suspeitos presos na operação

Seis suspeitos de praticar vários crimes em Arapoema, Bandeirantes e Pau D’Arco foram presos na manhã desta segunda-feira (18). A operação ‘Gênesis’ foi deflagrada pela Polícia Civil com o objetivo de cumprir 25 mandados de busca e apreensão em residências localizadas nas três cidades.

A operação foi realizada pela delegacia de Arapoema, 7ª delegacia regional de Colinas, com apoio do Grupo de Operações Táticas Especiais – GOTE, Polícia Militar de Arapoema e Grupo de Operações com Cães – GOC.

Conforme as investigações, criminosos estariam utilizando as referidas cidades para prática de crimes. Diante dos fatos, o delegado titular de Arapoema, Marco Aurélio Barbosa, representou pelos respectivos mandados de busca, que foram prontamente deferidos pelo juízo da Comarca local.

Foram autuados em flagrante durante as diligências: Brasilino Dias da Costa, de 37 anos, pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, sendo que o mesmo já possui passagem criminal pelo mesmo crime, em Arapoema; Zélio Alves de Araújo, de 46 anos, pelo crime de posse irregular de arma de fogo; Aldenor Ribeiro de Oliveira, de 28 anos, pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, sendo que ele já possui passagem criminal pelos mesmos crimes em Porangatu (GO) e Marcos Antônio de Sousa, de 25 anos, pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Um outro suspeito também foi preso, mas ele não teve o nome divulgado.

Os policiais civis encontraram em posse dos suspeitos arma de fogo, drogas e uma elevada quantia em dinheiro. Uma motocicleta e um carro utilizados para transporte e comercialização das drogas também foram localizados.

Após os procedimentos cabíveis na delegacia de Arapoema, todos os suspeitos foram encaminhados à carceragem da Cadeia Pública da cidade, onde permanecerão à disposição do poder judiciário.

A operação foi denominada de ‘Gênesis’ em alusão ao nascimento de um serviço de polícia judiciária de excelência prestado à população de Arapoema e região.

Comentários pelo Facebook: