Seet
Sobral – 300×100

Polícia desarticula quadrilha especializa na produção e venda de agrotóxicos falsos

Agnaldo Araujo -
Foto: Divulgação
Os três foram presos em flagrante

Márcia Costa//AF Notícias

A Polícia Civil desarticulou uma associação criminosa especializada na produção e venda de agrotóxicos falsificados, nesta quarta-feria (24). Os policiais da Deic-Norte chegaram até a quadrilha após investigações sobre uma denúncia de tráfico de drogas. Ao todo, três suspeitos foram presos em flagrantes na TO – 164.

Os detidos foram identificados como Marcos Antônio de Oliveira, vulgo ‘marquinhos’, de 35 anos; Evandro Ferreira Machado, de 46 anos, e Oclecio Martins Araújo, vulgo ‘parazinho’. Eles produziam e vendiam agrotóxicos adulterados para fazendeiros na região norte do Estado.

Segundo os delegados de polícia José Anchieta e Alexander Pereira, após monitoramento, os policiais civis da Deic conseguiram flagrar o exato momento em que a associação criminosa, liderada por Marcos Antônio, realizava mais uma entrega de 30 galões de agrotóxicos na cidade de Muricilândia.

O veículo conduzido pelos criminosos foi interceptado na TO-164, onde foi realizado busca pessoal nos três ocupantes. Com eles, foi encontrada a quantia de R$ 2.495,00 referente à venda dos produtos. A vítima que havia comprado os agrotóxicos falsos foi identificada e informada que os produtos eram adulterados.

Durante a prisão, os presos confessaram a adulteração e deram detalhes á polícia da fórmula utilizada para a falsificação. Após buscas no endereço dos criminosos, foram encontrados artefatos utilizados para praticar o crime, além de diversos galões, tampas e rótulos.

Os três presos foram e encaminhados à Casa de Prisão Provisória de Araguaína. O trio foi autuado pelos crimes de estelionato, associação criminosa, falsificação e comercialização de produtos agropecuários.

Comentários pelo Facebook: