Polícia descobre que funcionário matou patrão devido ao interesse pela investigação

Agnaldo Araujo -
Foto: Divulgação
Jovem Ezequiel Sabino de Almeida da Silva

Márcia Costa//AF Notícias 

Um jovem foi preso acusado de participar do assassinato do patrão em Sítio Novo do Tocantins, norte do Estado. O homicídio ocorreu no início de junho, mas a prisão só foi realizada nessa segunda-feira (18).

O suspeito é o jovem Ezequiel Sabino de Almeida da Silva. A vítima do homicídio é Jairo Marcos Araújo de Souza, cujo corpo foi encontrado em uma chácara no povoado Olho D’Água, no dia 09 de junho.

Segundo a Polícia Civil, Ezequiel Sabino era funcionário de Jairo Marcos e estava demonstrando interesse pelos detalhes relacionados aos depoimentos das testemunhas.

Ele também indagava os familiares de Jairo para saber se a polícia já tinha identificado o autor do crime. As perguntas e o estranho interesse do jovem pelo caso chamaram a atenção dos investigadores.

Ezequiel Sabino foi ouvido pela polícia e entrou em contradições várias vezes durante depoimento.

Segundo informações da polícia, Jairo pretendia demitir o funcionário e, antes do crime, o jovem danificou uma motocicleta e um carro do patrão e ainda apagou os registros no celular da vítima.

A polícia suspeita que o crime aconteceu durante uma briga entre patrão e funcionário. Jairo Marcos foi morto com um golpe na cabeça.

Comentários pelo Facebook: