Sobral – 300×100
Seet

PM publica aviso de licitação para escolha da empresa que realizará concurso público

Redação AF - |
Foto: Divulgação
A PM-TO conta com menos do efetivo que deveria ter

Foi publicado no Diário Oficial do Tocantins desta sexta-feira (07), o aviso de licitação para a escolha da empresa responsável pela realização das três primeiras etapas do concurso da Polícia Militar do Tocantins. Dessa forma, as empresas interessadas que estiverem de acordo com as normas do aviso podem apresentar suas propostas e serem submetidas aos trâmites legais de licitação, dentro dos prazos estabelecidos.

A previsão é que o concurso da PM do Tocantins ofereça um total de 1.040 vagas, sendo 1.000 vagas para o Curso de Formação de Soldados (CFSD), divididas em 900 vagas para o sexo masculino e 100 para o sexo feminino. Além de 40 vagas para o Curso de Formação de Oficiais (CFO), sendo 36 vagas destinadas ao sexo masculino e quatro para o sexo feminino.

A empresa escolhida ficará responsável pelas seguintes etapas do certame: 1ª Etapa – Inscrição, elaboração e aplicação da etapa intelectual; 2ª Etapa – Avaliação de Capacidade Física; 3ª Etapa – Avaliação Psicológica, devendo preencher todos os requisitos que a gabaritem para a missão, sob a supervisão e acompanhamento da PM do Tocantins, garantindo, assim, total lisura e transparência na realização do concurso.

O comandante geral da Polícia Militar do Tocantins, coronel Glauber de Oliveira Santos, destaca o esforço do Governo do Estado para que este concurso se torne realidade, e o ingresso destes novos militares na corporação colabore para o reforço da segurança pública. “Todas as ações referentes ao concurso da PM estão sendo feitas de forma estudada, respeitando a previsão orçamentária e os trâmites legais. Com a escolha da empresa o próximo passo é a elaboração e divulgação do tão aguardado edital do concurso da PM. Sabemos que esse edital é esperado por muitos candidatos, que, em sua maioria, sonham em fazer parte desta tão honrosa corporação. Continuem estudando e se preparando”, declarou coronel Glauber.

Comentários pelo Facebook: