Seet
Sobral – 300×100

Polícia prende mãe e irmã de vereadora suspeita de roubar prefeitura e recupera parte do dinheiro

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Mãe e irmã de vereadora são presas pela Polícia Civil.

A Polícia Civil efetuou a prisão, nesta terça-feira (1º), da mãe e da irmã da vereadora Neiva Gomes de Alencar, conhecida como Irmã Neiva (PSB), suspeita de ter roubado R$ 40 mil da Prefeitura de Crixás do Tocantins, no sul do Estado. A parlamentar encontra-se foragida desde o dia do crime, 28 de outubro. O caso é investigado como extorsão.

Os policiais conseguiram chegar até Edite Gomes de Alencar e Ranubia Gomes de Alencar, mãe e irmã, depois de uma denúncia anônima de que o dinheiro que foi transferido da Prefeitura estaria na verdade na conta da mãe da vereadora.

Segundo o Jornal do Tocantins, os policiais tiveram a informação preliminar de que elas tentaram fazer um saque em uma agência bancária de Gurupi, só que a quantia era muito alta e não conseguiram realizar o procedimento. Em uma segunda tentativa na cidade de Aliança do Tocantins, as duas mulheres foram presas em flagrantes pela polícia civil.

Foto: Divulgação
Mulheres estavam com R$ 7 mil em espécie

Com as duas mulheres ainda foi encontrada uma quantia de R$ 7 mil em dinheiro e elas também confirmaram que R$ 33 mil reais ainda estão na conta da mãe da vereadora.

O roubo ocorreu na última sexta-feira, quando a vereadora invadiu a prefeitura e obrigou a secretária de finanças a transferir R$ 40 mil para uma conta particular. Segundo uma servidora da prefeitura, Irmã Neiva apareceu armada, fez ameaças de morte e exigiu que fossem transferidos R$ 150 mil da conta da prefeitura para pagar uma dívida, mas havia apenas R$ 40 mil. Ela disputou a eleição desse ano como candidata a vice do atual prefeito, mas foi derrotada.

Veja mais…

Vereadora armada invade prefeitura, rende secretária de Finanças e rouba R$ 40 mil no Tocantins

Comentários pelo Facebook: