Polícia prende quatro suspeitos de participar de sequestro de gerente em Araguaína

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Os quatro suspeitos de envolvimento no sequestro do empresário estão presos

Márcia Costa//AF Notícias

Na tarde desta sexta-feira (23/12), a Polícia Civil de Araguaína (TO), através das investigações comandadas pelo delegado José Rerisson Macedo, prendeu Francimar de Sousa Araújo, de 18 anos, suspeito de tentar matar o gerente de um supermercado, Francenildo Pereira de Sousa. O jovem preso foi quem teria atirado duas vezes na cabeça da vítima. A polícia acredita que os autores abandonaram o gerente porque pensavam que ele já estava morto.

Foto: Divulgação/Rede social
A vítima

A polícia descobriu que os suspeitos, após um dia da tentativa de latrocínio, começaram a utilizar o celular e o cartão bancário do empresário. Eles chegaram a fazer até compras de várias bebidas em uma adega e comemoram com festa.

Sete pessoas estão envolvidas na tentativa de latrocínio, sendo que quatro já foram presas provisoriamente e devem ficar detidas até a conclusão do inquérito. Além de Francimar, são elas: Taynar Carvalho Alencar, de 21 anos; Clediane Gomes da Silva e Luciana Oliveira Miranda, de 29 anos.

Taynar é namorada de Francimar e foi presa no dia 16 de dezembro, já Cleidiane é conhecida somente como “Sol”. Ela chegou a fazer compras com o cartão bancário da vítima e foi presa em Imperatriz (MA), no dia 15 de dezembro. As  câmeras de segurança de um supermercado registraram o momento em que ela entra e faz as compras.

Luciana Oliveira foi presa pelo crime de receptação porque estava utilizando o celular da vítima. O delegado de Polícia Civil, Rerisson Macedo, afirmou que os principais suspeitos estão detidos e que as diligências continuarão até que todos os envolvidos respondam pelo crime.

O crime

O crime aconteceu no dia 16 de outubro de 2016, na região do Cajú Manso, zona rural de Araguaína (TO). A vítima, Francenildo Pereira de Sousa, mesmo baleada dentro de um matagal conseguiu se arrastar e chegar até uma estrada vicinal para pedir socorro.

Os bandidos abandonaram o veículo Golf, de cor vermelha, em uma estrada vicinal próximo a um curtume no município de Wanderlândia. O carro apresentava várias marcas de tiros. O empresário chegou a ficar em coma induzido, perdeu a visão de um olho, mas sobreviveu.

Foto: Divulgação
Cleidiane fazendo compras e pagando com o cartão dá vítima

Comentários pelo Facebook: