Policial civil é preso no TO e outros quatro investigados por suspeita de corrupção

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Secretaria de Segurança Pública do Tocantins

Um policial civil do Tocantins foi preso preventivamente na manhã desta quarta-feira (4/7) em Gurupi, no sul do Tocantins, acusado de corrupção passiva. O policial estava sendo investigado pela Corregedoria-Geral da Secretaria de Segurança Pública (SSP) e foi preso na operação ‘Caro Infirma’. A SSP divulgou apenas as iniciais do nome: W. M. D.

O policial teria exigido pagamento indevido da vítima de um assalto, em nome da equipe policial que participou das ações de recuperação de máquinas agrícolas roubadas em Nova Olinda, em junho. O dinheiro seria usado para conclusão das investigações.

Segundo apurou a Corregedoria, o policial civil teria recebido parte do dinheiro exigido reiteradamente da vítima.

Além do mandado de prisão, ainda foram cumpridos mandados de busca e apreensão de aparelhos celulares do policial W.M.D e de outros quatro membros da equipe que investigou o roubo dos equipamentos agrícolas.

A Secretaria disse que divulgou apenas as iniciais do nome do policial para garantir a efetividade das investigações e preservar a integridade física dele, diante de seu possível reconhecimento por criminosos na Casa de Prisão Provisória de Gurupi, onde será recolhido e permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Comentários pelo Facebook: