Policial derruba mulher no chão puxando pelos cabelos durante ocorrência de trânsito

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Policial puxa cabelo de mulher durante ocorrência de trânsito

Nielcem Fernandes // AF Notícias

Uma mulher foi puxada pelos cabelos e jogada ao chão por um policial militar a paisana durante uma ocorrência de transito na Avenida Filadélfia, na tarde de domingo (10), em Araguaína, norte do Estado.

Um vídeo gravado por populares ganhou as redes sociais e divide opiniões sobre a atuação do militar, que é treinado para agir em situações de conflitos.

Segundo informações da Polícia Civil, a confusão começou após um acidente de trânsito envolvendo o namorado da jovem.

No momento em que a PM estava prendendo o rapaz por embriaguez ao volante, a jovem começa a discutir com um policial fardado. Durante a confusão, a mulher chega a empurrar o policial fardado.

Segundos depois, o militar a paisana agarra a mulher pelos cabelos e a derruba no chão. A mulher chegou a se levantar e foi derrubada novamente com uma rasteira e imobilizada pelo policial.

Foto: Reprodução AF Notícias
A mulher chegou a levantar mas levou uma rasteira e foi jogada novamente no chão.

Polícia Civil

O delegado da Polícia Civil, Fernando Rizério, que registrou a ocorrência disse que “a Polícia Militar informou que estava atendendo um acidente. O rapaz, que seria namorado da menina, parou no meio da rua atrapalhando o trânsito. Ele se recusou a sair e ainda xingou o policial. Nesse momento, eles derrubaram ele da moto e imobilizaram. A partir daí houve a confusão com a menina”, declarou.

Bruno Boa Ventura, delegado regional de Araguaína, informou que a mulher foi conduzida à delegacia por resistência e liberada para responder ao processo em liberdade. O delegado disse ainda que a abordagem truculenta do militar não foi relatada por nenhuma das partes. “Ela não falou nada na delegacia e os militares também não”, confirmou.

O delegado justificou que a investigação desse tipo de agressão não é de responsabilidade da Polícia Civil. “A PM está autorizada a investigar estes casos em que há crime funcional de policial militar em serviço. Eles podem instaurar um inquérito policial militar para apurar isso. Não cabe à Polícia Civil investigar esse tipo de caso”, explicou.

Polícia Militar

Em nota, a Polícia Militar esclareceu que a mulher envolvida nos fatos se encontrava “muito alterada” e foi presa juntamente com outro rapaz, por desacato e resistência, ao perturbarem e atrapalharem o atendimento de uma ocorrência de acidente de trânsito.

A respeito da agressão, a PM disse que não foi procurada oficialmente nem pela vitima, nem por qualquer procurador, e que tomou conhecimento do vídeo por meio das redes sociais.

A PM afirmou que “o Comando do 2° BPM  já determinou à Corregedoria da Unidade que analise as imagens, a fim de adotar a medida pertinente,  qual seja a instauração de Sindicância Administrativa, a fim de esclarecer melhor os fatos e verificar se houve excessos, oportunizando aos Policiais Militares envolvidos o direito constitucional da ampla defesa e do contraditório”.

Confira o vídeo:

Veja mais…

Vídeo flagra PM agredindo homem com chutes e socos durante abordagem de rotina

Violência de PMs em Fortaleza do Tabocão será investigada pelo Comando

Comentários pelo Facebook: