PM é acusado de abusar sexualmente do enteado de 5 anos no norte do Estado

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Vista aérea da cidade de Ananás

Um policial militar de Ananás, norte do Tocantins, foi preso suspeito de abusar sexualmente do próprio enteado, uma criança de apenas 5 anos, na manhã desta segunda-feira (18).

A prisão do PM, que é soldado da Força Tática, ocorreu durante a operação ‘Fábula de Duss’, deflagrada pela Polícia Civil. Celulares, notebooks e outros objetos que possam auxiliar na elucidação do caso foram apreendidos.

Segundo a Polícia Civil, a suspeita que a criança estava sendo abusada pelo padrasto iniciou no dia 03 de maio de 2018. Naquela ocasião, a mãe do menino procurou o Conselho Tutelar para que pudesse ajudá-la a convencer os avós a entregarem o menino para passar uns dias em sua casa, conforme previa o acordo de guarda compartilhada.

Os conselheiros se deslocaram à casa dos avós e constataram que a repulsa de ir para a casa da mãe partia da própria criança. Segundo a Polícia Civil, o menino afirmava que não queria ir em virtude dos abusos sexuais do padrasto.

O caso foi informado à Polícia Civil e o delegado Eduardo Cesar de Menezes Dias Ribeiro iniciou as investigações para desvendar o caso.

O menino foi ouvido e submetido a vários testes psicológicos. Relatos de testemunhas também foram colhidos,  diligências realizadas e, segundo a polícia, evidenciaram a prática do crime por parte do padrasto da criança.

O padrasto foi encaminhado ao Quartel da Polícia Militar de Tocantinópolis, onde ficará à disposição da Justiça.

Por se tratar de crime sexual envolvendo criança, as investigações correm sob segredo de justiça e a identidade dos envolvidos não foram reveladas.

Comentários pelo Facebook: