Sobral – 300×100
Seet

Populares ateiam fogo na casa e carro de mãe suspeita de matar bebê de oito meses em Araguaína

Redação AF -
Foto: Magna Cavalcante//Programa Rota
População faz justiça com as próprias mãos.

Fernando Almeida//Araguaína Notícias

Populares destruíram a residência do casal acusado de maltratar o filho de apenas oito meses em Araguaína (TO).  A criança morreu na madrugada de quarta-feira (02/03) e os pais foram presos no período da tarde. Após isso, revoltados populares arrombaram a casa, atearam fogo nos móveis e no carro.

O fato aconteceu por volta da meia noite desta quarta-feira. Vizinhos relataram que os populares chegaram, arrancaram as rodas do veiculo e quebraram as paredes da residência.  E, em seguida, atearam fogo nos colchões e incendiaram também o carro.

A destruição da casa foi uma reação da comunidade com o casal suspeito de maltratar o filho de apenas oito meses de vida, até a morte.  A mãe da criança, Joseane Luz Alves, 23 anos, foi presa e confessou que deu “uns tapinhas”. Ela ainda alegou não ter consciência que seus atos poderiam levar à morte do filho. Ela se defendeu afirmando que tudo era de “brincadeira”.

Já o pai , Marcos Antônio (43 anos) também foi preso e  negou as agressões.  No entanto, a delegada responsável pelo caso,  Verônica Carvalho, afirmou ter elementos suficientes para mantê-los na prisão.

O laudo do IML  aponta que corpo do pequeno João Marcos apresenta vestígios de maus tratos.  Josiane foi encaminhada ao presidio feminino de Babaçulândia (TO) e Marcos ficará na CPP de Araguaína.

Casa2   Foto: Fábio Dione

Fotos: Fábio Dione

Comentários pelo Facebook: