Por estabilidade, Dimas reforça apoio a Carlesse no 2º turno: ‘Tocantins não pode parar’

Redação AF - | - 565 views
Foto: Fernando Almeida
Ronaldo Dimas e Mauro Carlesse

Ronaldo Dimas, prefeito de Araguaína, reafirmou nesta quarta-feira (6) seu apoio e defesa do projeto de estabilidade proposto pelo governador interino e candidato Mauro Carlesse, neste segundo turno da eleição suplementar.

O prefeito alertou também para os prejuízos de uma eventual mudança no comando do Governo faltando apenas seis meses para o final do mandato. “Uma eventual eleição do outro candidato representaria o retorno do grupo de Marcelo Miranda, cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral, ao governo, o que refletiria diretamente das ações que estão em andamento no município desde que Mauro Carlesse assumiu o cargo interinamente. E nem Araguaína e nem o Tocantins podem parar”, argumentou Dimas.

O prefeito avalia como positivas as ações de Carlesse visando resgatar a credibilidade do Estado, ao negociar as dívidas herdadas da gestão passada e efetuar os pagamentos.

Ronaldo Dimas também relembrou que Carlesse  já garantiu o atendimento a centenas de pessoas do município e região no Programa Opera Tocantins – que visa atender mais de 5,5 mil pacientes e acabar com as filas de espera por cirurgias eletivas .

O governador interino também determinou a adequação do Hospital Regional de Araguaína para a instalação da máquina de radioterapia, comprada ainda em 2013. Com isso, a unidade voltará a receber pacientes em tratamento contra o câncer. O governo também firmou parceria com a Prefeitura para a manutenção da UTI Pediátrica de Araguaína.

Dimas ainda destacou a retomada de obras de pavimentação em bairros como o São João, o Araguaína Sul, Santa Terezinha e Patrocínio; reforma de três escolas estaduais: CEM Paulo Freire, CEM Benjamin José de Almeida e Colégio Estadual Rui Barbosa; assim como  autorização de reforma do Estádio Mirandão e de quatro ginásios esportivos.

“São medidas fundamentais para a nossa população. Obras e ações que estão sendo questionadas pela coligação opositora, que quer ver o Estado parado, do mesmo modo que deixaram. O meu entendimento, assim como o dos demais líderes políticos da nossa cidade, é que não podemos ficar reféns dessa política do caos que vivenciamos há tanto tempo no Tocantins”, frisou o prefeito.

Recentemente surgiram boatos relacionados ao suposto apoio de Ronaldo Dimas a Vicentinho Alves no segundo turno. “Essas especulações são completamente infundadas. Nunca acreditei neste projeto e não será agora que vou mudar meu posicionamento. Eu defendo a estabilidade como o único caminho para o Tocantins resgatar sua credibilidade e voltar a crescer. E isso só vai acontecer com a eleição de Mauro  Carlesse”, frisou o prefeito.

Comentários pelo Facebook: