Sobral – 300×100
Seet

Por que Amastha não paga a data-base dos servidores? ‘Pergunta para teu pai’, responde prefeito

Redação - |
Foto: Divulgação
Prefeito de Palmas, Carlos Amastha

O prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB), tem aparentado estar com o pavio curto nos últimos tempos. Apesar de usar suas redes sociais para vender o trabalho de sua gestão com bom humor e simpatia, o gestor também tem disparado alfinetadas a quem pergunta algo que o desagrade.

A última vítima das farpas do prefeito foi a filha do presidente Adapec/TO Humberto Viana Camelo, Narjara Camelo.  

Seguidora de Amastha, Narjara questionou no Twitter o porquê do gestor não ter pago a data base dos servidores. “Deverias fazer essa pergunta para o teu pai. Eles não pagam os direitos dos funcionalismo. Nos pagamos TUDO”, respondeu o prefeito de Palmas em seu perfil, na manhã desta segunda (25).

Em resposta a Amastha, Narjara ressaltou que a pergunta não foi um ataque à gestão do prefeito. De acordo com seu tweet, ela estaria apenas querendo confirmar uma informação que viu no jornal da manhã.

A curiosidade de Narjara, no entanto, aparentemente soou na “mente política” do pré-candidato ao governo do Estado como uma ofensa da oposição, já que o pai da jovem, hoje, integra a gestão Marcelo Miranda.

FARPAS PARA TODO LADO

Em Palmas, o prefeito também teria respondido a jornalistas de forma áspera nos últimos tempos.

Durante sua visita a Araguaína, neste fim de semana, Amastha também se recusou a responder um questionamento do AF Notícias.

Quando indagado sobre a investigação da Polícia Federal que envolve seu nome, o gestor bateu na mesa, levantou e saiu.

MOTIVOS

As motivações para o mau humor do prefeito de Palmas podem ser várias: a greve dos professores municipais que tem tido repercussão nacional, a pré-campanha ao governo do Estado que deve estar exigindo dele algumas horas de dedicação ou mesmo suas atribuições na Prefeitura de Palmas.

Foto: Reprodução Twitter
Diálogo entre o prefeito de Palmas e Narjara

Comentários pelo Facebook: