Sobral – 300×100
Seet

Possível candidatura de Marcelo Miranda ao Senado ganha força e entusiamo de peemedebistas

Redação AF - | - 913 views
Foto: Lia Mara
Governador Marcelo Miranda (PMDB).

A tese de uma candidatura do governador Marcelo Miranda (PMDB) ao Senado em 2018 vem ganhando força dentro do Governo e defendida com entusiasmo por pessoas próximas ao peemedebista. A avaliação é do jornalista Emerson Alencar, que assina a coluna “Antena Ligada”, do Jornal do Tocantins.

Para o jornalista, as justificativas são muitas. “Uma delas é que Marcelo Miranda já teria feito muito pelo Tocantins como governador e agora poderia usar sua experiência em favor do Estado no Senado. Há até quem diga que o motivo seria familiar. Com sua ida para o Senado, Marcelo Miranda ficaria ao lado da esposa, deputada federal Dulce Miranda (PMDB), no dia-a-dia em Brasília”, diz a publicação.

Para ele, não se pode negar que Marcelo Miranda já tenha passado por dias melhores no Governo, porém, neste terceiro mandato, Miranda enfrenta muita dificuldade. “Assumiu o Estado com problemas graves, o país passa por uma crise econômica séria e viu diminuir bastante algo que lhe deu grande suporte popular em outros mandatos, que é a simpatia do servidor público. Isso fica evidente nos embates entre sindicatos e Governo”, acrescentou.

Gente graúda do Governo Estadual diz que caso Marcelo Miranda queira disputar o Senado ele teria total confiança na vice-governadora Cláudia Lelis (PV) para tocar o Executivo. Isso porque, pela Lei Eleitoral, Marcelo Miranda teria que se desincompatibilizar do cargo para disputar uma eleição que não seja para governador. Claudia assumiria com o suporte de Marcelo e tocaria o barco. Neste caso, pela lei, Claudia poderia ser candidata a governadora ou a nada.

De oficial não existe nada. O governador Marcelo Miranda já disse à imprensa que ainda não pensa na eleição de 2018. Mas internamente esse já é um assunto em debate.

Veja também…

Eleição 2018: Ele ou ela? Marcelo e Kátia já estão de malas prontas para o enfrentamento

Comentários pelo Facebook: