Pré-candidato ao Governo, Márlon Reis ajusta discurso em prol do ex-presidente Lula

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Márlon Reis e o ex-presidente Lula

O pré-candidato ao Governo do Tocantins, Márlon Reis (Rede), ajustou seu discurso em prol da candidatura do ex-presidente Lula (PT) à presidência da República. A observação foi feita pelo jornalista Diego Amorim em reportagem divulgada no site O Antagonista, nesta quinta-feira (26).

Lula está preso na sede da Polícia Federal em Curitiba (PR) em decorrência de condenação a mais de 12 anos por corrupção e lavagem de dinheiro.

Márlon Reis disputou a eleição suplementar para governador do Tocantins em junho, obteve expressiva votação, mas não chegou a ir para o segundo turno. Ele vai entrar na disputa novamente pelo Palácio Araguaia em outubro.

Márlon Reis também é o idealizador da Lei da Ficha Limpa. Segundo a publicação d’O Antagonista, o ex-juiz dizia até abril de 2018 não haver dúvidas de que Lula estava inelegível desde o momento em que foi condenado.

Mas ele mudou de discurso em recente conversa com o site. “Na verdade, juridicamente, eles [o PT] podem requerer [a candidatura]. Caberá à Justiça Eleitoral tomar uma decisão sobre isso. Ninguém pode impedir o registro de candidatura”, afirmou Márlon Reis.

A reportagem questionou a mudança de tom da fala do pré-candidato ao Governo do Tocantins, e ele tentou se justificar.

Eu estou tratando a Lei da Ficha Limpa da maneira menos partidária possível. A lei não foi feita com o propósito de atingir uma pessoa em particular. Tenho evitado ao máximo fazer a aproximação desse debate político-partidário com o projeto da Ficha Limpa“, afirmou.

Veja mais

Quatro nomes na disputa ao Governo do Tocantins: Carlesse, Amastha, Márlon Reis e César Simoni

Comentários pelo Facebook: