Sobral – 300×100
Seet

‘Prédio do horror’ será interditado em definitivo após suicídio no sul do Tocantins

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Prédio do Horor, em Gurupi.

Nielcem Fernandes//AF Notícias

Uma construção abandonada de um prédio em Gurupi, sul do Estado, ficou conhecida como ‘prédio do horror’ depois que uma adolescente de 15 anos se jogou do local, tirando a própria vida, no último final de semana.

O ato levou outra jovem de 22 anos a subir no prédio e tentar suicídio nessa segunda-feira (02). Ela foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros. A equipe foi acionada por pessoas que passavam no local e perceberem que a jovem estava sentada no topo do prédio e ameaçava se jogar.

Segundo os bombeiros, o namorado da moça participou da tentativa de convencê-la a não se jogar. O resgate foi bem sucedido e a jovem foi levada ao Hospital Regional de Gurupi.

A estrutura que ficou marcada pela tragédia foi condenada em 2014 após vistoria do Corpo de Bombeiros. Um vídeo do prédio circulou nas redes socias na manhã desta terça (3) mostrando uma tentativa de destruir a escada que dá acesso ao topo.

Interdição

No prédio já funcionou a empresa ‘Arroz Araguaia’. Após a tragédia, os proprietários deram início às medidas de isolamento dos acessos ao prédio e as escadas que levam aos andares superiores na manhã dessa quarta-feira (4).

O gerente da empresa, Hidelbran Soares explicou que o acesso ao interior do prédio já teria sido isolado por várias vezes, mas o lugar se transformou numa espécie de ‘point de vândalos’.

“Infelizmente mesmo tendo um guarda que vigia o local, vândalos quebraram a parede de tijolos que construímos para bloquear a passagem. Tentamos de todas as formas, mas eles sempre destruíam tudo, inclusive eles já agrediram o guarda“, relatou.

O subtenente Macedo, do Corpo de Bombeiros, explicou que uma grade será encaixada e soldada nas escadas, bloqueando a passagem para o andar de cima. “Devido as ocorrências desses últimos dias, vimos a necessidade de tomar uma providência urgente, então fizemos uma averiguação no local e achamos por bem cortar a escada, mas percebemos que a melhor opção seria fechar as passagens”, afirmou.

Com informações Portal Orla Notícias.

Confira o vídeo

Comentários pelo Facebook: