Seet
Sobral – 300×100

Prefeita de Guaraí pede suspensão de quatro leis que beneficiam servidores públicos; SEET repudia atitude

Agnaldo Araujo - |
Foto: Guaraí Notícias
Prefeitura de Guaraí do Tocantins.

A nova prefeita de Guaraí, professora Lires Ferneda (PSDB), revoltou os servidores públicos municipais ao pedir na justiça a suspensão de quatro Planos de Cargos, Carreiras e Remunerações de várias categorias que foram aprovados nos últimos dois anos da gestão anterior. Serão afetados trabalhadores das áreas da saúde, quadro geral, fisco e da educação.

A informação foi repassada pelo Sindicato dos Profissionais da Enfermagem no Estado do Tocantins (SEET) em nota de repúdio assinada pelo presidente da entidade, Claudean Pereira Lima, nesse sábado (04).

Foto: Guaraí Notícias
Lires Ferneda, atual prefeita de Guaraí

O sindicato lamentou o fato de a prefeita Lires Ferneda ter procurado a justiça para questionar os Planos de Cargos, Carreiras e Remunerações (PCCR’s), sem comunicar os interessados e sem nenhuma tratativa prévia de diálogo com os sindicatos que representam os profissionais. “Isso demonstra uma postura autoritária e antidemocrática”, criticou o Seet. Na ação, a prefeita pede a suspensão das leis municipais n° 591/2015, 592/2015, 628/2016 e 632/2016.

Claudean argumenta que a valorização dos servidores representa a garantia de uma assistência de maior qualidade à população, visto que a lei traz a necessidade de atualização profissional.

“Não são condutas como esta que irão garantir à atual gestão um mandato transparente, que visa o cumprimento das leis, a valorização dos servidores e o atendimento às necessidades da população”, afirmou o líder sindical, ao acrescentar que “a gestão de uma cidade é feita com a participação ativa de toda a população e principalmente dos nobres servidores públicos que se dedicam para atender os anseios da sociedade”.

O sindicato finalizou afirmando que tomará todas as condutas necessárias para garantir a preservação dos direitos já adquiridos pelos profissionais da enfermagem no município.

Comentários pelo Facebook: