Seet
Sobral – 300×100

Amastha e Dimas se licenciam e colocam o pé na estrada em pré-campanha ao Governo

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Amastha, prefeito de Palmas, e Ronaldo Dimas, prefeito de Araguaína.

2018 começa a todo vapor para os pré-candidatos ao Governo do Tocantins, principalmente para Carlos Amastha (PSB) e Ronaldo Dimas (PR), prefeitos das duas maiores cidades do Estado (Palmas e Araguaína), que devem se afastar dos cargos agora em janeiro e colocar o pé na estrada.

Em Palmas, Amastha vai deixar o comando do Executivo entre 9 de janeiro e 20 de fevereiro – 40 dias, para assumir o comando da Federação Nacional dos Prefeitos (FNP), onde ocupa a vice-presidência. Porém, o real objetivo da quarentena é percorrer os municípios e avaliar a viabilidade do projeto de governo.

Já Dimas se afasta da prefeitura de Araguaína no dia 8 de janeiro, por 30 dias, em pré-campanha ao governo do Estado, também para visitar cidades e conversar com prefeitos e lideranças no interior.

Para que possam disputar as eleições 2018, os dois prefeitos precisam renunciar o cargo até o mês de abril. Amastha já agendou data e hora da renúncia: 3 de abril as 8h45.

Os pedidos de afastamento do cargo precisam passar pela aprovação da Câmara Municipal de Vereadores de Palmas e Araguaína, respectivamente.

Na capital, o comando ficará com a vice-prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB). Já Araguaína será administrada pelo vice Fraudineis Fiomere (PSB). Ambos terão a chance de demonstrar que são competentes e que estão preparados para administrar as cidades por dois anos e oito meses – pós-renúncia.

Comentários pelo Facebook: