Seet
Sobral – 300×100

Prefeitos defendem criação de Secretaria Estadual para região do Bico do Papagaio

Redação AF - |
Foto Koró Rocha
Reunião com prefeitos no Bico

Em reunião com os deputados estaduais Mauro Carlesse (PHS), presidente da Assembleia, Wanderlei Barbosa (SD), Amélio Cayres (SD) e Rocha Miranda (PMDB), prefeitos do Bico do Papagaio defenderam neste fim de semana a criação de uma secretaria estadual voltada para a região.

Para os gestores municipais do extremo norte do Tocantins é inadmissível que o Bico – composto por 28 municípios – não tenha sequer um representante no primeiro escalão do Governo do Estado. “Quando vamos a Palmas precisamos explicar [para secretários estaduais] até mesmo onde fica o nosso município”, reclamou o prefeito de Buriti, Américo Borges, o Borjão, (PV).

Prefeito de São Sebastião do Tocantins, Professor Adriano (PT) defende a criação de uma espécie de secretaria para “assuntos do Bico do Papagaio”. Caso isso não seja possível, que o Estado tenha secretários da região. “Quem melhor do alguém daqui para defender os interesses dos municípios do Bico?“, questionou.

A mesma reivindicação os deputados ouviram do prefeito de Axixá, Damião Castro (PMDB). Para ele, pela importância da região, o Bico do Papagaio precisa de representantes em Palmas. “Nossa região, que tem cerca de 40% do eleitorado do Tocantins, está abandonada. Antigamente, quando as prefeituras precisavam dar manutenção nas estradas [vicinais] recebia apoio, como o maquinário, hoje, nem isso“, exemplificou.

União

Para o presidente da Assembleia, esse e outros pleitos dos gestores do Bico do Papagaio só serão atendidos com a união dos prefeitos, vereadores e deputados. “Entendemos que isso [representação do Bico no Governo do Estado] é muito justo, mas é preciso que todos se unam em torno desta e de outras lutas. Mas para isso é preciso que os prefeitos, vereadores e deputados trabalhem em sintonia”, defendeu.

Outra cobrança dos prefeitos é que o Executivo estadual libere as emendas parlamentares destinadas pelos deputados estaduais aos municípios. É por meio delas que eles dão manutenção em estradas vicinais, reformam escolas e postos de saúde, realizam festas tradicionais e temporadas de praia. Há pendências em emendas parlamentares de 2015.

Comentários pelo Facebook: