Procurador de Justiça do Tocantins falece vítima de parada cardíaca em São Paulo

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Procurador de Justiça inativo Eduardo Silva de Almeida

O Procurador de Justiça do Tocantins Eduardo Silva de Almeida faleceu na madrugada desta terça-feira (30), na cidade de São Paulo (SP), tendo como causa uma parada cardíaca decorrente de quadro de infecção. Ele estava no quadro inativo do Ministério Público do Estado (MPE). O órgão lamentou a perda.

Eduardo Silva de Almeida, que é natural de Porto Alegre (RS), tinha 78 anos de idade e deixa esposa e seis filhos. Ele iniciou carreira no Ministério Público em 1987, quando foi lotado na Promotoria de Justiça de Araguacema. Em 1990 foi promovido ao cargo de Procurador de Justiça, conforme o critério de antiguidade. Sua aposentadoria deu-se outubro de 1997.

O corpo de Eduardo Silva de Almeida será velado na cidade de São Paulo, entre as 8 e 11 horas desta quarta-feira (31), no Cemitério São Pedro, na Vila Alpina. Após o velório, o corpo será cremado.

Aos seus familiares e amigos, o Ministério Público desejou serenidade e que as memórias referentes ao inestimável legado de Eduardo Almeida consigam amenizar a dor desta perda.

Comentários pelo Facebook: