Produtores rurais de Jaú do Tocantins fazem curso de trabalhador na olericultura

Agnaldo Araujo -
Foto: Divulgação
O curso foi realizado em Jaú do Tocantins

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Tocantins (Senar), em parceria com Sindicato Rural de Jaú do Tocantins, prefeitura e a secretaria de Meio Ambiente do município, desenvolveram o curso de trabalhador na olericultura. As aulas aconteceram no distrito de Novo Horizonte.

A olericultura é o termo utilizado para designar o cultivo de plantas com consistência herbácea, geralmente com ciclo curto e tratos culturais intensivos. São as conhecidas hortaliças produzidas em hortas. Para instalar uma horta, geralmente, não há a necessidade de uma área grande, dependendo da finalidade da produção.

Durante o curso foram repassadas aos alunos noções de escolha do local, coleta, amostra e preparo do solo, produção de mudas, preparação de sementeiras, plantio de sementes e mudas.

O fundamental é observar as condições climáticas, insolação, o tipo de solo, a topografia, vento, água e até o acesso ao local, para garantir uma produção de hortaliças de qualidade.

Segundo a aluna Rosivânia Vieira da Silva, esse curso chegou em um momento muito importante da sua vida. “Agora sim estou tento a oportunidade que eu sempre buscava: aprender a cultivar de forma correta para vender meus produtos com a melhor qualidade. Hoje o consumidor está cada vez mais exigente e nós precisamos acompanhar essas mudanças”, disse a produtora.

O presidente da Faet/Senar, Paulo Carneiro explicou que esses cursos do Senar são de suma importância para que os produtores obtenham melhores resultados em suas atividades profissionais, atuando corretamente, de acordo com as técnicas indicadas. “A profissionalização, por sua vez, proporciona ao trabalhador rural o preparo para a atuação e a competitividade no mercado de trabalho, para que desempenhe sua função com melhor qualidade”, afirmou.

Comentários pelo Facebook: