Seet
Sobral – 300×100

Profissionais do HDT de Araguaína participam de oficina sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis

Agnaldo Araujo -
Foto: Ascom
Funcionários do HDT/UFT são multiplicadores do Protocolo de Infecções Sexualmente Transmissíveis do MS

O chefe da divisão médica e médico dermatologista Ebert Mota de Aguiar e a chefe da unidade de regulação assistencial e enfermeira, Milene Damous de Castro, compuseram equipe de multiplicadores da oficina para atualização das inovações do novo Protocolo de Infecções Sexualmente Transmissíveis (PCDT/IST) do Ministério da Saúde (MS), na cidade de Araguaína (TO).

Os dois atuam no Hospital de Doenças Tropicais da Universidade Federal do Tocantins (HDT/UFT).

A ação, realizada pela Secretaria de Saúde do Estado do Tocantins, ocorreu nos dias 09 e 10 de agosto e teve como público alvo médicos e enfermeiros da atenção básica (multiprofissional) do município. A oficina proporcionou amplas discussões acerca do tema, com atividades em grupos e contou com entrega de materiais para treinamento dos participantes.

Embora o PCDT/IST seja voltado para a assistência básica de saúde, o HDT/UFT realiza procedimentos de prevenção, por meio do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) e ainda recebe pacientes para tratamentos com o infectologista.

“É importante que estejamos atualizados sobre os programas do Ministério da Saúde, para que haja uma interação entre a atenção básica (atendimento primário) e a média complexidade (serviço especializado) ”, comentou o chefe da divisão médica da Unidade Hospitalar.

Comentários pelo Facebook: