Promotoria investiga precariedade em iluminação pública no setor Araguaína Sul

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
As supostas irregularidades são no Setor Araguaína Sul

A criminalidade preocupa a população e é um tema que estará no centro da discussão eleitoral para a presidência da República e também ao Governo do Tocantins em outubro.

E um fator que “fomenta a criminalidade e deixa o cidadão vulnerável” é a precariedade da iluminação pública, segundo a promotora de justiça Araína Cesárea Ferreira dos Santos D’Alessandro, da 5ª Promotoria de Justiça de Araguaína.

A consideração foi feita em um inquérito civil público que apura supostas irregularidades no fornecimento de iluminação pública no Setor Araguaína Sul. O inquérito foi instaurado no dia 18 de julho deste ano.

Conforme o MPE, um procedimento preparatório evidenciou a necessidade de apurar os fatos. Solicitações também foram feitas à Secretaria Municipal de Infraestrutura, mas não foram dadas respostas.

OUTRO LADO

Em nota, a prefeitura de Araguaína informou que realiza a manutenção da iluminação pública periodicamente, de acordo com cronograma que dividiu o Município em 12 zonas de ação.

As trocas são realizadas em locais onde há ordens de serviço em aberto, portanto, é necessário que a comunidade registre a solicitação de reposição junto à Secretaria da Infraestrutura, por meio do telefone 3411-7092“, afirmou a prefeitura.

Comentários pelo Facebook: